origem

quinta-feira, setembro 15, 2005

Li(tt)lle Miccoli

Por mim, não preciso de ver mais nada. O Luís Filipe Vieira que comece a pensar onde é que vai arranjar os cinco milhões de euros, que custa accionar o direito de opção do italiano. Nos dias que correm, cinco milhões por um jogador destes, ainda por cima com apenas 25 anos, pode ser considerada uma pechincha. Ele corre, ele remata, ela atira bolas à barra, ele ganha espaços aos defesas em 2 m2 e, para cúmulo, ele marca golos de cabeça! Há muito tempo que não tínhamos um avançado de tanta classe no nosso clube. Só para o ver vale a pena ir à bola. Estarei a ser exagerado? Há jogadores que não enganam. A única dúvida é se ele terá a mesma motivação a defrontar Paços de Ferreiras ou Penafieis do que tem na Liga dos Campeões, mas isso é algo que se verá durante a época.

Devemos-lhe a vitória frente ao Lille, com um magnífico cabeceamento aos 92 minutos de jogo depois de um não menos perfeito centro do Mantorras (que por muito trapalhão que seja continua a ter participação directa nos golos). Para além do golo, foram do Miccoli os remates que mais perigo levaram e o Lille bem pode agradecer ao Tony Silva (fantástico nome para um jogador) o facto de não ter sofrido mais golos na Catedral. A vitória foi mais que justa, apesar de muito sofrida. O Lille ainda tentou atacar na 1ª parte, mas na 2ª abdicou completamente do ataque e só teve um lance de perigo, através um remate de ressalto que passou a rasar o poste.

O Koeman deu o braço a torcer e voltou à táctica que nos deu o campeonato, ou seja um 4-4-2 muitas vezes transformado num 4-2-3-1, com o Nuno Gomes a jogar mais recuado em relação ao Miccoli. Infelizmente jogámos durante a maior parte do jogo com 10, já que o Geovanni foi de uma inoperância total. Já se percebeu porque é que não jogou em Alvalade (todavia, isto não iliba o Koeman de ter posto o Carlitos, poderia ter jogado com o Karyaka, por exemplo). Pareceu completamente perdido em campo e a maior parte do tempo nem sequer esteve junto à linha. Vai precisar de passar uns tempitos no banco ou mesmo na bancada para ver ser melhora. O Petit e o Manuel Fernandes também estão fora de forma e o nosso futebol ressente-se disso, porque não há ninguém para transportar convenientemente a bola para o ataque. Pode ser que este alguém seja o Karagounis assim que melhorar a sua condição física. Apesar de tudo, acho que jogámos bem principalmente na 1ª parte, em que criámos várias situações de golo (todas pelo Miccoli). Pela positiva, para além do italiano tenho que destacar o Nelson, tanto a defender como principalmente a atacar (finalmente temos um lateral que faz centros perigosos!), o Luisão que revelou a segurança habitual e o Léo que apoia bastante bem o ataque. As entradas do Karagounis e do Mantorras, apesar de um pouco tardias (especialmente a deste último que substituiu o Geovanni), mexeram com a equipa, mas a condição física do plantel deixa muito a desejar. A meio da 2ª parte demos o estoiro, mas há que elogiar os jogadores porque tentaram sempre até ao fim marcar e essa persistência teve a recompensa devida. A equipa-base (com uma ou outra alteração) e a táctica estão encontradas, agora é só não inventar mais.

Como se previa, o Estádio da Luz só teve meia-casa. Muitos adeptos benfiquistas, que finalmente têm a oportunidade de ver a Liga dos Campeões ao vivo, continuaram a preferir o sofá. Todavia amanhã certamente vão estar muito contentes a ir para o trabalho e a dizer “ganhámos”, apesar de não terem contribuído directamente para isso, já que resolveram não ir ao jogo por causa dos maus resultados. Mas também não fizeram falta, os 30.000 que estiveram na Luz apoiaram a equipa como ela deve ser apoiada: do princípio ao fim, sem reservas e não dependente do resultado. A esses os meus parabéns, aos outros que aproveitem bem a alegria que o Benfica vos ofereceu sem que vocês o merecessem. VIVA O BENFICA!

14 comentários:

Apre disse...

Realmente grande exibição do Microbbi!

As Orações e preces deram resultado!...

Anónimo disse...

Os 5 milhões? Compra o Kit.

tma disse...

Parece que há para aí uns ressabiados que também ficaram satisfeitos com a vitória do Benfica... Pelo menos, não ficaram indiferentes e não se abstiveram de comentar...

Desta vez, comecei a minha ronda pelo blog do D'Arcy, onde já manifestei a minha opinião.
Mas saliento mais uma vez o meu acordo com a tua análise.
Realço o mérito da equipa, que, num forcing final, e apesar de já revelar um certo cansaço, acreditou até ao fim que podia ganhar, pelo que o golo obtido nos descontos é totalmente meritório e recompensa justamente a melhor equipa.
Em relação ao Miccoli, partilho do teu receio, mas o meu maior receio é a sua ausência, correndo o Benfica o risco de ser o Miccoli + 10 (o que não é bom para nenhuma das partes...).

BP disse...

Boa tarde
De facto o miccoli é GRANDE! lembrei-me também imediatamente se temos jogador só pra Champions ou se ele mostra akela garra toda em todos os jogos da liga betadine... enfim... quanto ao nelson fico descansado por saber k há UM jogador que saiba cruzar muito bem!! falávamos nós ha uns tempos k faltava alguem assim...
quanto à assistência disse ontem tudo o k tinha pra dizer... tenho pena...
Abraços e confiemos no futuro!
Ps. o estado do relvado é alarmante!

guitar disse...

Finalmente, um jogo decente! Não uma super-exibição, mas 70 minutos bastante bons contra uma equipa que não parece nada de especial, MAS É. Porque está bem arrumada e organizada, defende com regra e dá poucos espaços. Portanto, estou contente com o que a equipa produziu e, claro, com o resultado.
Na fase onde já estavam todos de rastos, ainda houve coração para ganhar.
E, claro, o melhor de tudo foi o Miccoli, um jogador fantástico de técnica, velocidade, genica, entrega e raça. Um jogador à Benfica como há muito não tinhamos.
Sózinho ele deu a velocidade e o repentismo que faltava à equipa. Vamos ver se não se perde na noite (dizem-me que é um corrécio e por isso não jogava tanto como devia na Juve, será?).
De muito bom foi ver também o puto Nelson e o Léo que me pareceu excelente jogador e que por fim o modelo de 4-4-2 parece ser o que serve aos jogadores disponíveis.
Pela negativa, o Geovanni foi um zero total, o Fernandes e o Petit continuam sem forma e o Simão, embora querendo, continua a não ganhar bolas de 1 para 1 e a rematar por alto (passa-se qualquer coisa com o homem, tenho a certeza). O Rocha mostrou mais uma vez a falta de tempo de entrada que valeu um amarelo e quase o segundo e que justifica que não possa NUNCA jogar a lateral. Os cantos continuam uma aflição, ainda não percebi se porque os centrais se posicionam mal ou porque o Moreira não sai da baliza.
Nos últimos 20 minutos as pernas foram-se, mas a crença manteve-se e isso é bom.
Ganhámos 3 pontos, dinheiro e especialmente MORAL e CONFIANÇA, valores que não têm preço, para mais nesta fase de desânimo que parecia transparecer do plantel.
Acho que se o Koeman não voltar a inventar as coisas podem melhorar quando os 3 do meio-campo subirem de forma, mas continuamos com plantel curto, sem alternativas ao Simão e ao Geovanni e sem matraquilho.
Estou, ainda assim, mais confiante para domingo e tal como digo mal quando devo dizer, hoje é dia de celebrar a saída do fundo do poço. Agora espero que seja sempre a subir e não voltemos ao fundo JÁ A SEGUIR.
Porque não ir fazer um brilharete a Old Trafford. Seria um tónico para os próximos desafios.
Ressalto também que a relva está com fungo e parece uma miséria, com areia a levantar por tudo e por nada.

Um Abraço

PM disse...

É isto que caracteriza a mouraria.
Saca um piço, 2 minutos para lá da hora, e já são campeões.
E o trepo do italiano, que parece um queijo limiano, já é herói
Vai ser um fartote este ano.
Pelo Natal já estão a pensar na próxima época.
E qunado vier o Manchester... Cá voltarei, mouraria

Anónimo disse...

http://www.fotoaki.com.br/pguser.php?user=anti-benfica

LEVAI com isto, porque merecem!

tma disse...

É, de facto, impressionante: quando o Benfica ganha, os ressabiados, invejosos e aziados anti-benfiquistas saltam todos da toca para exalar o seu fedor (pq provavelmente, nas suas tocas o cheiro já não se aguenta).
PM, essa da mouraria é engraçada: é que presume que só há benfiquistas a sul (e que, por outro lado, a sul são todos benfiquistas: conclusão que até me parece interessante), esquecendo (talvez intencionalmente) que a norte também há muitos benfiquistas...

S.L.B. disse...

Guitar: se ganharmos os dois próximos jogos, vamos a Manchester com a moral em cima e sem o Rooney, Heinze, Keane, Saha e outros que estão lesionados sabe-se lá o que poderá acontecer. Era de facto fantástico se conseguíssemos um brilharete, já que desde o Leverkusen que não temos um grande resultado europeu.

TMA: não ligues a estes ressabiados. Ficam mais contentes com as derrotas do Glorioso do que com as vitórias dos clubes deles, o que acaba por ser natural já que geralmente temos sempre inveja do que é maior e melhor do que nós... Se o PM se preocupasse mais com o seu presidente, que está indiciado por corrupção a árbitros, faria melhor figura.

tma disse...

Não é uma questão de ligar ou não. Na verdade, eu até me divirto: tal como nós, "Benfica is always on their minds"! O que significa que, como deve ser aborrecido comentar os acontecimentos relacionados com os seus clubes, sentem uma grande necessidade de virem comentar para os blogs do clube que mais lhes prende a atenção: o Benfica!

tma disse...

Qto aos jogos que se seguem:
no Domingo, não há outra hipótese que não ganhar (gostava de lá ir, mas ser-me-á virtualmente impossível). Mas espero tudo menos facilidades: o Benfica terá de voltar a suar para ganhar à U. Leiria.
No entanto, acredito mais nas possibilidades de o Benfica ganhar em Manchester do que no Porto (não que o FCP seja melhor que o Man Utd, longe disso)...

S.L.B. disse...

Estou mais que de acordo contigo, TMA, em relação à "impossiblidade" de ganharmos em casa do clube regional.

Artur Hermenegildo disse...

Depois da grande exibição contra o Lille, o Miccoli não voltou a repetir nada de sequer parecido.

Lembro que o problema maior de o contratar não são os 5 milhões, mas o ordenado dele.

S.L.B. disse...

Julgo que ele terá aceite baixar o salário para jogar no Benfica, mas claro que não há garantias que o faça durante mais que uma época. Mesmo apesar de não ter repetido a exibição do Lille, permitiu a "ressurreição" do Nuno Gomes e isso deve ser valorizado. Vê-se que é um jogador muito acima da média, mas é compreensível que não faça sempre exibições "galácticas".