origem

sexta-feira, outubro 07, 2005

Eles detestam-se

Em tempo de eleições, e numa altura em que muitos suspeito(a)s e arguido(a)s se preparam para ser eleito(a)s presidentes de câmaras (somos de facto um país muito especial), gostaria de deixar aqui um pensamento autárquico. Não faz de todo parte da área política em que me revejo, mas se vivesse no Porto uma única razão bastaria para que eu votasse no Rui Rio...

6 comentários:

tma disse...

O Rui Rio é um arrogante, disso ele não se safa.
Mas há que lhe reconhecer o mérito de ter trabalhado 4 anos sobre um campo "minado"...

S.L.B. disse...

Ele pode ser tudo o que quiseres, TMA (confesso que não estive muito atento à sua actuação camarária para ter uma opinião mais fundamentada), mas basta-me que uma certa pessoa esteja na lista das que não o suportam para que eu votasse nele... :-)

tma disse...

sim, eu sei!
por isso é que falei em "campo minado" ;-)

S.L.B. disse...

Ahhh ok, TMA, não tinha percebido bem o alcance das tuas "minas"... :-)

birbante disse...

Se houvesse muitos politicos como o Rui Rio até eu ia votar.Toda a gente o atacou porque ele foi mexer com a Máfia que havia à volta da câmara. Agora chamam-no crispado. Pudera, com tanto mafioso a querer roubar os portuenses.Lembram-se do edifício transparente que niguém sabia para que sevia? Serviu certamente para dar dinheiro a algum arquitecto intelectual e socialista. E as construções no parque da cidade? Quem é que ia ganhar com elas? os portuenses? Não me parece. E as torres das Antas Bom Sucesso, urbanização do Dragão, foi tudo em prol dos portuenses?
Nâo, quem ganhou foi o PC Os grandes grupos económicos e o turismo de alterne da cidade.E depois chamam-nos burros justificando tudo isto com uma equipa de futebol, vão-se fo... Começo a ter vergonha de ser português, vejam só isto os arguidos vão todos ser eleitos!...

S.L.B. disse...

Os arguidos foram (quase) todos eleitos. Só faltou o Avelino porque foi ganancioso. Se tivesse ficado em Marco de Canavezes teria ganho, quis uma câmara maior e perdeu. Valha-nos que mantém o nível: aquelas declarações de derrota...