origem

segunda-feira, junho 26, 2006

Portugal – 1 – Holanda - 0

Num jogo épico, eliminámos a Holanda e cumprimos o objectivo a que Scolari se propôs desde o início: chegar aos quartos-de-final do Campeonato do Mundo. Foi um jogo de grande sofrimento, mais por nossa culpa do que por qualquer outro motivo, mesmo apesar de o árbitro russo (Valentin Ivanov) não ter sabido ter mão na partida, que foi a mais indisciplinada da história dos Mundiais (16 amarelos e quatro vermelhos)!

Entrámos mal no jogo, os holandeses fizeram os primeiros remates com perigo, mas na nossa primeira jogada de ataque marcámos o que viria a ser o golo da vitória, aliás, um golão do Maniche, que continua na senda da transcendência cada vez que joga pela selecção. Quando tínhamos o jogo mais ou menos controlado fizemos o primeiro harakiri pelo Costinha (já lá vamos…), que levou o segundo amarelo antes do intervalo. A 2ª parte foi de grande sofrimento, com a Holanda a entrar em força, a atirar uma bola à barra e a permitir ao Ricardo fazer um par de boas defesas, mas pouco depois do quarto-de-hora um defesa holandês dá uma cotovelada ao Figo e também é expulso. As coisas voltaram a estar equilibradas, mas dois amarelos ao Deco em cinco minutos iam deitando tudo a perder novamente a cerca de 10 minutos do fim. Felizmente, soubemos não só defender bem o resultado, mas também criar algumas boas oportunidades para matar o jogo e acabámos por nos qualificar com bastante mérito.

Há que destacar em primeiro lugar a coesão da equipa e o grande espírito de entreajuda, especialmente durante a altura em que estivemos em inferioridade numérica. Em termos individuais, o Maniche foi dos melhores, porque não só marcou um golão como soube gerir muito bem o amarelo que tinha e não fez nenhuma falta depois de o ter visto, ao contrário de outros… O Simão entrou muitíssimo bem para o lugar do Cristiano Ronaldo, vítima de uma agressão logo aos sete minutos que o árbitro transformou em amarelo. O Petit também foi importantíssimo na 2ª parte para estancar a avalanche holandesa. O Figo mostrou mais uma vez a sua classe, ao reter a bola em momentos importantes do jogo. O Miguel secou o Robben e isto diz tudo. O Ricardo Carvalho esteve irrepreensível e até o Meira não se portou nada mal. O Nuno Valente esteve um bocado às aranhas com o Van Persie. O Pauleta teve uma participação muito importante no golo e poderia ter marcado o segundo pouco antes do intervalo, mas o Van der Sar defendeu in extremis com os pés. Graças ao Costinha, teve de ser substituído ao intervalo para entrar o Petit.

Ao intervalo estava tão furioso e pouco crente que conseguíssemos segurar a vantagem somente com 10 jogadores, que tinha já um título (inédito) para este post: “Vai à m****, Costinha!”. É INADMISSÍVEL que um jogador ainda por cima com a experiência que ele tem seja expulso por cortar a bola com a mão no meio-campo (!), depois de já ter visto um amarelo e lhe ter sido perdoado outro! Como é que é possível que seja tão ATRASADO MENTAL e ponha em causa o trabalho de dois anos inteiros com uma atitude daquelas? É pior do que o João Pinto contra a Coreia, porque o soco no árbitro só surgiu depois de ele ter visto o vermelho. Espero bem que o Costinha NUNCA MAIS vista a camisola da selecção, porque um tal comportamento não pode ter perdão. Uma coisa é uma atitude irreflectida no calor de uma disputa de bola, outra é ser ACÉFALO numa bola a meio-campo e prejudicar a equipa toda. Ainda por cima, o Petit está em excelente forma, pelo que espero que o Costinha esteja já no avião de regresso a Portugal.

Por outro lado, a expulsão do Deco é um pouco exagerada, mas convém não esquecer que já o primeiro amarelo deveria ter sido vermelho. O Deco atira-se contra as pernas do holandês depois de este, numa atitude à lá clube regional, não nos ter devolvido a bola, na sequência de uma bola ao solo. O holandês provavelmente lembrou-se do jogo entre o clube regional e o PSG há dois anos para a Liga dos Campeões, em que através do Maniche e Postiga o clube regional fez o mesmo, como é seu apanágio. Infelizmente para nós, neste lance o país foi confundido com esse clube (cujo presidente deve andar tristíssimo com estas vitórias da selecção do Scolari e sem o Baía e o Quaresma…)

Agora vêm aí os ingleses e temos pelo menos duas grandes dores de cabeça: o Deco não vai jogar e o Cristiano Ronaldo saiu magoado. Espero que ele recupere e que o Scolari mantenha o Simão na equipa, deslocando o Figo para o lugar do Deco, porque depois de uma exibição destas seria uma injustiça o Simão voltar ao banco. A Inglaterra fez um jogo muito mau frente ao Equador e só ganhou através de um livre do Beckham resultante de uma falta inexistente. Acho que temos equipa para eles, assim a sorte nos proteja como protegeu hoje e nós não tornemos o jogo ainda mais complicado do que ele já é. Como não joga o Costinha, isto não deve ser difícil…

13 comentários:

Caminhante Solitário disse...

O Costinha não vem de regresso (como bem merecia). Mesmo se passarmos (o que vai ser, no mínimo, quase impossível), o Petit não acabará o jogo sem um amarelo, o que tornaria a presença do Costinha nas meias-finais (provavelmente, com o Brasil) certa.

Anónimo disse...

Em primeiro, essa uniao que tu falas, deitas tudo a perder ao falar assim de um jogador, claro que se fosse o petit, ja n dirias tal coisa. Mas ate concordo k o petit devia ser titular, concordo com tudo o que disses-te e fiko muito feliz por ver um grupo tao unido, pk neste jogo notou-se isso em grande... so n concordo com criticares a holanda por n ceder a bola, pois num campeonato do mundo, alem de n ser obrigatorio ceder a bola, tda a gente ker passar e kd se esta a perder, mas claro k tinhas de vir com os teus bairrismos uma vez mais, n fosses tu benfikista, e falar de uma equipa que faz tal coisa. Eu axo k se e vital n tem nada k ceder a bola, alem disso essa atitude partiu com o treinador para inglaterra, n te confundas. N odeies o jogador, odeia o jogo.

Tb axo k fikou por frizar k alem do deco possivelmente pudesse ser expulso, uma cabecada dava vermelho, mas ainda bem k o arbitro so deu amarelo ao figo... eua credito k o homem n viu o lace pk nas repeticoes ele esta de costas, e deu amarelo? :S o arbitro n soube controlar o jogo, deu muitos cartoes desnecessitados, o k provocou, um numero elevado de expulsoes e a tensao nervosa...

a minha analise,

"as duas unicas regras sao o k um homem pode e n pode fazer"

marcamos defendemos ganhamos e passamos

Anónimo disse...

*disseste

Anónimo disse...

acho que estás a exagerar em relação ao costinha, ele cometeu um erro, até os melhores jogadores do mundo fazem erros estupidos.

não é preciso reduzires a capacidade de um jogador a um unico lance infeliz, aconteceu aconteceu, não é preciso esses desejos de que ele não volte a vestir a camisola da seleção.

o costinha é francamente melhor jogador que o petit, por alguma razão ele é titular, e não vai ser um lance infeliz que ele perde todo o seu valor.

tambem todos disseram que o maniche(tal como costinha) não iam estar em forma, e que tiago e petit tinham feito epocas fabulosas e bla bla.

olhem para o que o maniche já fez, e olhem tudo o resto que o costinha fez no resto do tempo, e não apenas num lance.

só espero que o ronaldo recupere a tempo, porque já é mau o suficiente ficar sem 2 jogadores titulares como costinha e deco.

mas venha o que vier, temos outros valores. venham os bifes :D

ed disse...

o ultimo anonimo sou eu: ED

Bill disse...

Caminhante Solitario,
So para dizer que o jogo de Portugal nas meia será com Espanha e na final com a Suiça...
;-)

Alma Benfiquista disse...

Ed,

Finalmente estamos de acordo em relação a alguma coisa. :-)

De facto, não me parece justo crucificar o Costinha pelo erro infantil que teve. Também eu fiquei "fulo" com ele, também eu passei o intervalo a dizer mal dele e a pensar que aquela estupidez nos iria custar a qualificação mas, mesmo assim, continuo com uma grande estima pelo jogador e pelo Homem.

Apesar de gostar muito do Petit, acho que sentiremos bastante a falta do Costinha no jogo contra a Inglaterra. É um jogador que preenche melhor o espaço e é um jogador mais "culto" tacticamente.

Quanto aos restantes, apenas uma palavra: Heróis!
Foram grandes, muito grandes!

Maniche, é o homem dos grandes jogos e dos golos decisivos.

Miguel? Basta perguntar ao Robben o que pensa do melhor lateral direito deste Mundial

Ricardo Carvalho foi um autêntico líder. Foi um Kaiser, como lhe chama A'Bola.

Figo é a classe em forma de jogador de futebol. Que saudades teremos das tuas jogadas quando abandonares os relvados, Luís.

Simão fez um excelente jogo numa missão de sacrifício. Ai se aquele livre entra... O Van der Saar, depois do que lhe fizeste em Old Trafford, teria pesadelos para o resto da vida, Simãozinho.

Por fim, Scolari. Todo o querer, toda a garra, toda a união foram obra de Scolari. Não é um mestre de tácticas (apesar de ontem ter feito as substituições correctas) mas consegue motivar estes jogadores até ao limite das suas forças.

Obrigado Portugal!

Viva Portugal!

P.S.: A todos os "holandeses" de apelido "da Costa", "Aguiar", "Tavares", Serrão", "Viegas" e afins, desejo uma óptima viagem de regresso a casa e espero que se apressem a tratar da "naturalização" inglesa, porque... faltam apenas 5 dias!
Têm de aprender o hino (vá, não é muito difícil), conhecer os jogadores (o perna-longa chama-se Peter Crouch e este ano já foi de um dos vossos clubes por alturas de Fevereiro), dizer mal do treinador (isto é fácil, já que ele foi um dos melhores treinadores do SLB), etc.

S.L.B. disse...

Anónimo das 5h44: tu achares é legítimo não devolver a bola num lance daqueles é paradigmático do clube de que tu és.

Ed: não acho que esteja a ser exagerado como Costinha. Ninguém o está a crucificar hoje, porque passámos. E para esta passagem ele não contribuiu em nada, antes pelo contrário. Passámos, APESAR dele. Se fosse qualquer outro jogador, eu criticaria na mesma, mas as responsabilidades do Costinha são maiores, porque é um dos capitães da selecção. Quanto a cruxificar um jogador por causa de um lance, se ele for suficientemente grave não vejo por que não, há inúmeros exemplos disto no futebol mundial (João Pinto, por exemplo). Dou-te um exemplo pessoal: gosto imenso do Nuno Gomes, mas não me esquecerei que irei viver menos 10 anos graças ao sofrimento que tive por causa da estúpida expulsão dele em Rosenborg há três anos atrás. Há lances injustificáveis.

antitripa disse...

E se Portugal tivesse perdido na 2ª parte, após tirar um avançado e ter reforçado o miolo? Uiiiiiiiiiii......

Meus carissimos combloggers, aconselho a que vejam logo "o dia seguinte" onde o sr. ed e demais incrédulos poderão constatar mais uma vez o veneno e a azia do guilh(V)erme aguiar e o seu antiscolarismo e pró-argentinismo, tal como o tem sido.

à NOSSA Selecção o meu Agradecimento por terem demonstrado ao mundo e em campo o significado da expressão "Nação Valente e Imortal". Bravo Guerreiros.

ed disse...

mas é o que o guilherme aguiar tem a ver comigo ? ele, ou pinto da costa, ou todos os outros que tu nao gostas, não pensam por mim nem pela maioria dos outros adeptos :\

Marco Aurélio disse...

Achei o jogo mais violento da Copa, e o árbitro russo Valentin Ivan o pior juiz. Portugal jogou muito bem e é bom candidato ao título se continuar com esta garra. Contra Gana a ex- seleção de Scolari vai penar. Acredito que o jogo pode ser ainda mais violento. Ainda bem que Portugal se classificou para as quartas-de-final. Espero que enfrente a “selecinha” Brasileira. Se ler (http://profcorelio.blogspot.com/2006/02/o-uso-poltico-do-futebol.html ) compreenderá o motivo. Estou mais preocupado com a política do meu pais. Esta copa pode atrapalhar os rumos das eleições deste ano se formos Hexa- campeões.

Um abraço

Marco Aurélio

ed disse...

pois slb, eu percebo, eu tb ja fiquei danado várias vezes, tambem fiquei ontem com o costinha, quem estava comigo a ver o jogo viu-me a chama-lo de burro umas poucas vezes lol :D mas lá depois do jogo passou

acho que tambem já perdi uns 10 anos de vida com a maozinha do abel xavier no euro2000 contra a frança, inclusivé fiz com que um amigo meu partisse um copo de vidro nos dentes dele porque dei-lhe uma cotovelada sem querer lol eu tava nervoso e era só braços em todo o lado hehe :D

Anónimo disse...

E para quem não viu as declarações do Porco a torpedear o Scolari antes do jogo ficam aqui:

http://www.record.pt/noticia.asp?id=712151&idCanal=17

Isto mais o que ele falou após a fase de grupos merecia um poste a chamar os bois (neste caso os porcos) pelos nomes.