origem

segunda-feira, junho 12, 2006

Portugal – 1 – Angola – 0

Nas duas últimas grandes competições perdemos o 1º jogo, pelo que a última vez que nos estreámos com uma vitória foi já há seis anos (no épico Portugal-Inglaterra do Euro 2000). Quero acreditar que foi por causa do nervosismo desta situação que o jogo de ontem foi tão mau. Claro que o mais importante era ganharmos, mas se compararmos a nossa exibição com a da Alemanha, Argentina ou Holanda verificamos que estivemos a anos-luz delas. Ainda por cima, defrontámos provavelmente a selecção mais fraca do Mundial.

A falta do Deco foi bastante notada, apesar de o Figo ter sido dos melhores jogadores em campo. O Scolari surpreendeu ao jogar com o Petit e o Tiago a meio-campo (tal e qual eu faria), mas apesar de melhor início ser impossível, com o golo do Pauleta logo aos quatro minutos, incompreensivelmente baixámos a velocidade pouco depois e começámos na ronha ainda na 1ª parte! Nunca hei-de perceber esta táctica de “controlar o jogo” com um só golo de vantagem. Estamos sempre dependentes da sorte, porque um lance fortuito é sempre passível de acontecer. Mas, enfim, Angola revelou-se sempre muito ingénua no ataque e só fez um remate com perigo ainda na 1ª parte. Atacámos sempre muito lentamente e só pela certa, quando foi perceptível que com um pouco mais de velocidade teríamos aumentado facilmente o marcador. Aliás, não deixa de ser significativo que este tenha sido o 1º jogo do Mundial em que se ouviram assobios da bancada perante o futebol exibido.

Individualmente para além do Figo, também o Pauleta esteve muito bem, batalhador e com dois remates que passaram a rasar o poste. A defesa não teve grande trabalho, mas o Meira não me convence (aqueles alívios para a bancada com companheiros colocados para receber a bola, não lembra o Diabo!). No meio-campo o Petit esteve no nível habitual, mas o Tiago só subiu de produção na 2ª parte. O Simão deve ter sido dos jogadores que mais correram, mas as coisas não lhe saíram muito bem. No entanto, sempre esteve melhor que o Cristiano Ronaldo que, quando se aperceber que está num campeonato do mundo e não num circo qualquer (incrível a forma como não intervinha em nenhum lance sem o adornar), certamente se tornará mais útil (isto mesmo apesar de ter atirado uma bola ao poste e feito um bom remate).

P.S. – É difícil lutar contra certas coisas. Dei por mim a empolgar-me cada vez que o Mantorras pegava na bola e tentava fazer qualquer coisa no ataque...

9 comentários:

Magnolia disse...

Assino por baixo.
(O Cristiano só à chapada, murro e pontapé. E eu ofereço-me desde já para o fazer.)

BP disse...

Oh S.L.B., houve assobios pq somos tugas!!! é um nojo de adeptos!! a Inglaterra jogou 10x pior e a malta tava sempre a cantar!!! Povo mediocre, adepto mediocre!!! Foi QB. é o inicio! nao sou sonhador, nao penso que a copa seja pra nos, mas acredito num bom desempenho (4os ou meias...)
Abraços

Bakero disse...

Eheh, a mim tb foi difícil ver o Mantorras como "adversário"

ed disse...

Eu estava a ver o jogo com amigos, e logo após o 1º golo, começaram os comentários de que iamos dar uma goleada (até eu acreditei que sim), porém fiquei profundamente desiludido, tal como muitos portugueses, ao ver que o jogo não dava mais nada além de uns lances individuais de figo ou cristiano.

Sinceramente achei o jogo aborrecido, eu acho que o cristiano foi o jogador que mais lutou, criou a maior parte dos lances de perigo, ás vezes é necessário um individualista para quebrar aquela monotomia.

Muitos dizem que o importante é ganhar e os 3 pontos, mas é preciso ver que foi contra uma equipa com uma defesa frágil. Se pensarmos que a a médio prazo vamos jogar com equipas como o méxico, e mais tarde provavelmente encontrar equipas como argentina, frança, italia, etc. é preciso ter cuidado.

Espero que com o regresso do deco as coisas melhorem, mas defendo que o maniche devia ser titular, ao ver aquele remate de longa distancia lembru-me o euro2004, acho que ele merece uma oportunidade com o costinha, depois de ver que petit e tiago não dão a segurança no meio campo que é preciso. Maniche e costinha sempre fora uma formula de sucesso, eles os 2 entendem-se bem, lá por não terem feito jogos durante esta época não é razão para considerar que eles não têm lugar no 11.

O Meira também não percebi, talvez fosse do nervosismo dele.

Pedro Neto disse...

Quem assobiou Portugal foram os angolanos!

Pedro disse...

Não concordo em nada. Controlar o jogo não significa jogar à defesa e Portugal não jogou nada à defesa. parece q não aprenderam com o passado.
Como tu dizes Pauleta marcou e ainda teve duas boas oportunidades, tivemos a cabeçada do CR à barra, o remate do Tiago para defesa do guarda redes e o remate fortíssimo do Maniche. Com um bocadinho de sorte "apesar" do controle do jogo podiamos ter marcado mais 3/4 golos. Aí estavam todos contentes e a filosofia de jogo era a mesma.
O importante era ganhar e não correr q nem uns malucos à procura do golo. Lembrem-se do q Camacho criticou qd perdemos 4-3 com o Inter em Milão. Camacho disse q pq raio corremos q nem uns malucos na segunda parte qd estavamos a ganhar ? Deviamos era ter controlado o jogo, controlado a bola, e espreitar o ataque sempre q tivessemos oportunidade para isso. Mas não..o Benfica fez o q a mentalidade portuguesa está habituado, foi à procura da "goleada" e saíu-se mal. Ontem Portugal foi pragmático e saíu-se bem. O mal é pensar q somos os maiores do mundo e achar q os palancas negras só estavam ali para serem nossos bombos da festa...

Em relação ao Mantorras...percebo-te perfeitamente.

S.L.B. disse...

Pedro: eu não disse que jogámos à defesa. Disse que estivemos na ronha sem sermos muito incisivos no ataque. Não tenho nada contra a ronha (embora, claro, prefira sempre ver as equipas tentarem o golo) desde que tenhamos dois golos de vantagem, para não correremos o risco de, num lance por acaso e imerecido, sofrermos o golo do empate. Acho que fizemos muito menos do que seria desejável e se viste a Rep. Checa no jogo contra os EUA perceberás o que quero dizer. Estavam a ganhar e nunca deixaram de tentar o ataque. Resultado? 3-0!

Pedro disse...

Mas nós tb estavamos a ganhar e nunca deixámos de tentar o ataque, a prova são as oportunidades q te falei. Apenas acho q dado o nosso negro historial a equipa foi, pela primeira vez, "adulta" na abordagem de um jogo. Estavamos a ganhar é importante manter as forças nada de correrias tontas. Nunca Portugal perdeu o controle do jogo e isso é q é importante. Uma coisa é segurar uma vantagem escassa de 1-0 recuando e defendendo em cima da baliza dando o jogo ao adversário, outra é fazer o q Portugal fez, q é controlar o jogo, gerir a posse de bola.

Não jogámos bem...nada q se compare. Mas fomos pragmáticos na forma como encarámos o jogo. E isso é importantíssimo para q no jogo contra o irão possamos entrar mais confiantes e aí podermos então fazer o futebol q pretendes.

Anónimo disse...

Concordo com a analise do Ed. Quanto a do Pedro estas a falar por muita gente... eu n senti nem sinto nada do que implicaste para ai... acho que temos um ataque pouco poderoso, n digo k devessemos jogar pa goleada, pk sou contra isso, mas na nossa passividade de controlo deviamos ter criado oportunidades como fazem as grandes seleccoes, que e onde nos queremos estar...

Qt ao mantorras, so mostra a mentalidade invejosa dakeles que criticam os portistas de quererem o quaresma na seleccao nacional.
E so mostra que afinal n sao os portistas que sao bairristas, por quererem o k acham k e o bem da seleccao, sao aqueles k ate gostavam k o jogador da ekipa deles ate marcasse um golo a sua nacao.

Claro que o publico portugues assobiou, o jogo n estava a correr como qualquer um queria, ja todos sabemos k os portugueses elevam a faskia muito alta ,querem espetaculo e pleo k me parece so sao bons a manifestarem-se kd n estao contentes, kd estao n cantam, fazem um sorriso e fumam um cigarro. eu inclusive ja cheguei a ver o porto a ganhar 3-0 e um velho atras de mim a cuspir-me a nuca toda por causa dos jogadores estarem a passar para tras e a falhar algumas oportunidades. e isto aconteceu na epoca do mourinho...

Alias acho k kem vai aos estadios pode concordar cmg k tirando as claques, o resto dos adeptos so cantam no caso do Benfica o "Glorioso SLB". no Porto o "POOORTO(norte)POOOOORTO(sul)"
e no sporting o "N sei pk n fikei em casa"