origem

sexta-feira, abril 09, 2010

Anjinhos

Perdemos em Liverpool por 1-4 e fomos eliminados da Liga Europa. Cumprimos os objectivos mínimos, já que o nosso orçamento contemplava a presença nos quartos-de-final desta competição, mas sinceramente estou bastante chateado com este desfecho. Não fiquei nada convencido acerca da superioridade do Liverpool e acho que este resultado é fruto de algumas circunstâncias que actuaram a nosso desfavor.

Entrámos muitíssimo bem na partida e calámos os adeptos do Liverpool durante os primeiros 20’. Não tivemos uma clara oportunidade de golo, mas alguns remates deveriam ter sido melhor dirigidos. Contra a corrente do jogo, o Liverpool marcou aos 28’ num lance que não via desde os famosos 3-6 em Alvalade: um guarda-redes do Benfica a sofrer um golo de cabeça dentro da pequena-área! Enorme frango do Júlio César (não me parece falta nenhuma do Kuyt) que deitou tudo a perder. Até porque o 2-0 surgiu pouco depois aos 35’, numa jogada de contra-ataque, em que o Javi García ficou desposicionado e abriu-se um buraco pelo meio onde entrou o Lucas. Houve um primeiro remate em que a bola raspou por baixo da mão do Júlio César (deu-me a sensação que poderia ter feito melhor) e no ressalto o mesmo jogador fez golo. Em pouco tempo, ficámos com uma desvantagem que não merecíamos de todo e até ao intervalo poderíamos ter reduzido através de um livre do Cardozo, bem defendido pelo Reina, ou de outro livre em que um remate do Sidnei é desviado por um defesa.

Na 2ª parte, voltámos a entrar seguros, a fazer circular a bola, mas deitámos tudo a perder aos 59’ ao sofrer mais um golo de contra-ataque. Um livre mal marcado pelo Carlos Martins (a meia-altura para a cabeça do Di María!) resultou numa transição rapidíssima do Liverpool que terminou nas nossas redes por culpa do Fernando Torres. As coisas complicavam-se bastante e nesta altura precisávamos de dois golos para passar. Ainda marcámos um aos 70’ pelo Cardozo na cobrança de um livre e tivemos outra grande oportunidade também pelo paraguaio noutro livre, desviado pela barreira e quase traindo o guarda-redes. Sinceramente cheguei a ver a bola dentro da baliza! A cara dos adeptos do Liverpool dizia tudo e pensei que poderíamos passar a eliminatória. Só que veio uma inoportuna lesão do Júlio César, que obrigou à entrada do Moreira, e nos cortou o ritmo. Praticamente a seguir, aos 82’, o Torres acabou com a eliminatória noutro contra-ataque! Foi um resultado muito pesado para o que fizemos em campo. Sofrer um golo de enorme frango e três em contra-ataque em Anfield Road(!) é um pouco inglório. Fomos anjinhos.

Individualmente não houve ninguém que tivesse feito uma grande exibição. Não acho que a inclusão do Sidnei e a deslocação do David Luiz para a esquerda fosse o problema, até porque estes dois foram dos melhores do Benfica. Era necessário que o Kuyt não ganhasse muitas bolas de cabeça como aconteceu na Luz, logo o David Luiz dava mais garantias nesse sentido que o Fábio Coentrão, como é óbvio. O resto da equipa esteve num plano regular, mas notou-se, e de que maneira, o cansaço que os apenas três dias de descanso provocaram na nossa equipa. Por exemplo, o Di María não existiu e o Cardozo também só esteve bem nos livres, falhando quase todas as tabelinhas. No entanto, foi pena que o Jorge Jesus não tivesse mantido o que disse em Janeiro, quando anunciou o fim da rotatividade dos guarda-redes. Já no golo em Marselha teve uma saída disparatada e duvido que o Quim sofresse um primeiro golo destes.

Era útil que a Uefa revisse as datas das eliminatórias da Liga Europa, porque, dos oito clubes presentes nestes quartos-de-final, não é por acaso que o Benfica é o único que está na frente do respectivo campeonato. Jogos à 5ª feira é muito bonito, mas em semanas consecutivas não dá tempo de descanso ainda por cima com partidas do campeonato ao fim-de-semana. Como o jogo com os lagartos é na 3ª feira, temos mais que tempo para descansar e apresentarmo-nos melhor fisicamente. É uma partida importantíssima, já que, como se sabe, o principal objectivo da época dos lagartos ainda pode ser cumprido: ganhar ao Benfica. Eu sei que jogar com os lagartos depois de defrontar o Liverpool é como sair de uma refeição gourmet para um McDonald’s, mas todo o cuidado é pouco. Faltam 10 pontos para sermos campeões e é fundamental que, depois deste jogo, fiquem a faltar sete.

P.S. – Os anti-Benfica que festejem bem este desaire, porque agora, com descanso suficiente entre os jogos, não vamos dar hipóteses nenhumas! Viva o Benfica!

10 comentários:

GeracaoBenfica disse...

Excelente análise Sérgio

Só nao concordo quando referes que a mexida na defesa não foi problema. O Sidnei, contrariamente ao que referes, não foi na minha opinião dos melhores do Benfica e as subidas do David estiveram em dois dos quatro golos do Liverpool.

Eu acredito que o JJ, e poucos gostam mais de ganhar do que ele, estava seguro de que só podia colocar aquela equipa (talvez o Maxi e o Fabio estejam no limite físico).

Quanto ao Julio Cesar, se não o tirou antes de Marselha, agora seria tremendamente injunto para o Homem Julio Cesar faze-lo. Ainda que eu concordo totalmente com o que referes sobre ele ter vindo a estar (e não de hoje) bastante irregular, para não dizer em mau plano.

Não tenho duvida absolutamente nenhuma de uma inapelável derrota que será imposta ao SCP.

Carlos disse...

Ainda estou a sofrer com este desaire e creio q tu também... Leio os teus comentários todas as semanas e já n mandava um desde q t disse q se havia algum bom treinador bom para o benfica, esse treinador era o Jorje Jesus, e disse-o antes d o ser... Esta derrota custa-me imenso pela forma como a sofremos... 3 golos em contra ataque diz tudo.. N vi o tempo de posse de bola.. Mas claramente q dá para perceber q tivemos mais.. O 1 golo, cm tu dizes, faz lembrar o golo do Figo do 6-3 (e o q sofremos na Luz contra o sporting na mesma época) e o q mais m irritou é q o Júlio César n se apercebeu do erro q cometeu, já q, tal como o Neno começou a discutir com os colegas cm se aquilo n tivesse nada a ver com ele!!!! Inacreditável! E ainda mais inacreditável é q na 2a parte n aconteceu o mesmo pk n calhou (concerteza q t deves lembrar desse canto). Saliento mais este golo e este erro pk acho mesmo q foi isto q decidiu o jogo.. Note-se, q, cm tu próprio já disseste, os golos a seguir foram em contra ataque... E pq? Pq a partir daí tivemos q atacar porque com 1-0 lá, éramos eliminados.. Com este jogo dá para perceber claramente 2 coisas.. O Cardozo n serve para titular nas competições europeias.. Eu sei q custa principalmente a nós benfiquistas, mas se tivesse lá o Falcão... Temos q arranjar outro ponta de lança.. E a seguir, arranjar outro GR e acho q aí estamos no bom caminho (se bem q acho q o Quim tinha defendido, enfim, sacudido aquilo)... De salientar por último o apios dos imenso benfiquistas em Anfield!) Incrível.. Em certos momentos parecia q estávamos a jogar na Luz! Um muitíssímo obrigado!!! Penso q este é um momento decisivo da época.. Eu acho q ainda estamos algo longe d sermos campeões... N é ser pessimista.. É ser realista.. Porque a vergonhosa arbitragem no derbi minhoto só me faz crer q o Braga pode mesmo n perder pontos até ao final! Vocês n pensam o mesmo?! E se assim for basta o benfica perder conta o sporting na Luz e perder no dragão e pode até ganhar os outros jogos todos q já n é campeão.. Eu sei q é difícil mas imaginem então q empatam 2 e perdem no dragão... Espero q n aconteça, e tenho muita confiança q vamos ser campeões.. Saudações befiquistas!

MikeSLB4Ever disse...

Acontece aos melhores - anteontem outra grande equipa levou 4-1 - o futebol é mesmo assim...
Tanto azar junto num só jogo, só podia dar nisto. Uns a jogar, e outros a marcar...
Todas as equipas têm, numa época, pelo menos um "jogus horribilis" - este foi o nosso.
Umas tiveram 50 um, outras 71veram 50 dois... ;-)
Espero que este resultado não desmoralize os nossos jogadores.
Há que levantar a cabeça e seguir em frente, pois na próxima 3ª feira há mais uma batalha, e esta é ainda mais importante (não pelo adversário, mas sim pelo objectivo a cumprir).
Eu faço a minha parte: Lá estarei a apoiar o nosso BENFICA!

S.L.B. disse...

Carlos: não concordo minimamente contigo na questão do Cardozo. Fez um jogo muito mau ontem, é indesmentível, mas é o melhor marcador da Liga Europa... Tem mais de 30 golos marcados em todas as competições nesta época. Há quantos anos não tínhamos um ponta-de-lança como ele? O que queres mais?

Pedro disse...

Se é verdade que Júlio César tinha q resolver aquele lance sem qqr hesitação tb é verdade q o Kuyt toca no nosso gr no momento em que ele se prepara para fazer-se ao lance, dentro da pequena área é falta. Mas a acção de JC é totalmente reprovável e um erro grave. Agora no segundo golo, francamente...q culpas tem o gr num lance daqueles? Tanto podia ter cortado a bola (foi por pouco) como podia ter feito penalty e ser expulso (foi por pouco). Não consigo entender como se critica o gr num lance como o segundo golo sofrido. Se assim é então Moreira deu um frango enorme no quarto golo pois atirou-se para o chão e ofereceu a baliza ao Torres...não faz sentido.

Venha terça feira... o jogo mais importante do ano!

S.L.B. disse...

Pedro: "frango" é diferente de "deu-me a sensação que poderia ter feito melhor"... Ele toca na bola, mas não de maneira a desviá-la do adversário. Não disse directamente que tinha culpa nesse golo. Ou então era a apenas a minha vontade de que a bola não entrasse..

Carlos disse...

É muito estático.. E em jogos difíceis como este isso nota-se.. Tem um óptimo remate de pé equerdo mas falta-lhe muito pé direito e ser melhor de cabeça.. N estou a dizer q ele é mau, mas acho q há melhores.. Com este Benfica a atacar tanto e tão bem um ponta de lança normal teria tantos golos cm ele... E se n fosse tão estático podia n ter tantos golos, mas os colegas da equipa, particularmente o Saviola, talvez tivessem mais ainda. É a minha opinião mas respeito a tua.
Cumprimentos!

jzz disse...

Finalmente, após percorrer várias publicações na nossa gloriosaesfera, encontro alguém que reparou na quantidade de bolas altas que o kuyt (para mim o melhor do liverpool nos dois jogos) ganhou na luz ao coentrão, e que justifica em pleno a opção do nosso treinador pelo david luiz na esquerda.

Se o livre do cardozo fosse 50 cm mais para a esquerda, provavelmente ja estavamos a caminho do Calderón.

Parabéns pelo post, excelente como habitual.

Pedro disse...

Ao livre do Cardozo bastava não bater na tola do Torres...era golo certinho. Paciência.

Há melhores que o Cardozo? Claro q há. E dinheiro para eles?

Nano_Neutel disse...

Sinceramente depois desta eliminatória que acabou mal com o Liverpool, tivemos o pássaro na mão várias vezes e deixámo-lo voar. Depois de uma primeira mão em que podíamos ter marcado mais golos para dificultar a tarefa ao Liverpool, tivemos uma segunda mão que estranhamente para mim não foi um massacre, assemelhou-se mais a peças de dominó a cairem aos poucos, se no início estava tudo equilibrado aos poucos fomos caindo até ao apito final...

É pena que tenha sido desta maneira, e pode ser que agora tenhamos mais tempo para preparar os jogos. E concordo contigo nesta coisa das datas dos jogos da Liga Europa. Porque não voltar a meter todos os jogos das competições europeias à quarta? Qual seria o mal, a UEFA iria perder dinheiro com essa mudança? Ou seriam os patrocinadores e as televisões? Caso para pensar...