origem

terça-feira, julho 29, 2008

Petit

Petit a caminho do Colónia

Pois, 31 anos, seis anos de Benfica, um dos capitães, titular da equipa campeã e vencedora da Taça de Portugal, um dos elementos da espinha-dorsal que passava a mística aos que entravam e, ainda por cima, teve o desplante de dizer várias vezes que queria acabar a carreira no Benfica. Estava, de facto, a mais!

Já só falta saírem o Quim, Luisão (este deve estar quase), Nuno Assis, Mantorras e Nuno Gomes para corrermos de vez com essa corja com mística nas veias que nos ajudou a conquistar o último título...

P.S. - Que tristeza...

4 comentários:

Anónimo disse...

É pena, o Glorioso, ter agora uma optima Equipa Técnica capaz de levar a carta a Garcia e ter na sua imensa massa associativa, muitos que se deixam influenciar pelos media, afectos aos andrades corruptos, e, ou, à lagartagem. Um Benfiquista consciente, no momento presente, aguarda calmamente que a Equipa Tecnica desenvolva o seu trabalho de constituição da equipa e sua preparação para as lutas que se deparam proximamente de modo a cumprir os objectivos que nos alegrarão a todos, para azia de corruptos e aliados(lagartos).

Anónimo disse...

Aprovo inteiramente o comentário anterior.

Em relação à "mística" que corre nas veias do Luisão, gostava de estar tão seguro como o S.L.B., uma vez que ele se tem esforçado por dar "uma no cravo e outra na ferradura" dizendo que tanto se lhe dá ficar como sair.

Quanto ao Petit, se formos objectivos, o rendimento dele na última época não correspondeu ao esperado, porque infelizmente esteve lesionado e a meio gás bastante tempo. É um jogador que serviu o Benfica com muita garra e temos de lhe estar reconhecidos. Mas se ele tinha uma última hipótese de fazer um contrato que lhe duplica o vencimento, e a nós não nos prejudica demasiado em termos de rendimento desportivo (existem neste plantel várias alternativas para o meio campo), acho que o deixarmos ir é uma forma de mostrar o nosso reconhecimento.

Resumindo, FORÇA BENFICA, e FORÇA BENFIQUISTAS!! Temos de ter calma, paciência, e não desatar a amuar quando as coisas não correm bem. O Benfica sempre atravessou grandes dificuldades (desde andar com as balizas às costas, perder meia equipa para a agremiação de queques do Lumiar, etc...) e nunca deixou de voltar a ser o grande Benfica. É isso que nos torna grandes e não podemos esquecê-lo e amuar como meninos mimados como vejo muitos sócios do SLB fazer.

3 Gloriosas Estrêlas disse...

Entrevista a José Maria Martins em http://benfica20082009.blogspot.com

Vítor Sérgio disse...

É um comentário muito parecido ao de um benfi QUISTO, ou seja, daqueles que se servem do nome Glorioso para dizerem mal dele. Esta raça cresceu muito e é também um quisto do célebre sistema