origem

sábado, maio 24, 2008

Quique Flores

Finalmente temos treinador, apesar de esta ser uma escolha que está longe de me entusiasmar. Dou-lhe OBVIAMENTE o benefício da dúvida, mas não sei se um treinador que foi despedido do Valência, por causa de maus resultados, serve para o Benfica. É “jovem, estudioso e ambicioso”, tudo palavras bonitas, mas o que é facto é que na sua (curta, é certo) carreira, ainda não ganhou nenhum título. Eu preferia ter um treinador que já soubesse o que é ganhar troféus (o Laudrup foi campeão da Dinamarca, por exemplo). Conseguir levar o Valência dois anos seguidos à Liga dos Campeões é o seu melhor cartão-de-visita. Será suficiente?

Por outro lado, eu percebo a lógica dos projectos a médio prazo, mas dado o historial de um treinador por época nos últimos 16(!) anos (desde que o Eriksson saiu em 91/92, não houve um único treinador a completar dois anos seguidos no banco do Benfica), não sei se é muito prudente fazer um contrato por duas temporadas. Se as coisas correrem mal no 1º ano e o homem for como o Fernando Santos, e não apresentar a demissão, arriscamo-nos a ter que lhe pagar uma indemnização para sair. E já disse aqui mais de uma vez: o Benfica tem que ganhar (pelo menos) um troféu oficial por época. Tudo o que seja menos que isso é um mau ano.

A não ser que esta contratação, juntamente com a nova direcção desportiva do Rui Costa, corresponda efectivamente a um novo ciclo no Benfica. Espero sinceramente que sim, que as coisas deixem de ser feitas em cima do joelho e que nós paremos de dispensar João Pereiras para um ano depois irmos buscar Luís Filipes. Isso inevitavelmente trará de volta as vitórias e os troféus e, se assim for, virei aqui muito contente no final da época assumir o meu mea culpa por este cepticismo acerca do treinador.

P.S. – Espero que os nomes do Albelda e Carlos Martins(?!?!) façam parte da silly season que vivemos, caso contrário não é certamente com eles que o meu pouco entusiasmo com o Quique Flores se vai dissipar...

8 comentários:

remate cruzado disse...

caríssimo

quique foi despedido quando ia em 3º atras de barça e real

quando ele saiu viu-se que afinal...

nos anos anteriores teve bons resultados mesmo sem orçamentos megalomanos. e foi eliminado da champions apenas por um chelsea forte no prolongamento...

Bakero disse...

Ele não foi despedido pelos resultados, mas sim porque o Mestalla não gostava do que via e assobiava. Segundo o que tenho lido em sites espanhóis, estamos na presença de um treinador defensivo e muito táctico, com um futebol "aburrido".

Também estou muito céptico com esta escolha, também acho errado assinar contrato com um treinador por mais que 1 ano (seja ele qual for), também quero acreditar que Albelda e Carlos Martins são apenas conversa de jornal.

Mas claro, agora é o novo treinador e há que dar toda a força, que o sucesso dele será o nosso sucesso.

nando disse...

Laudrup seria melhor escolha que Quique Flores porque tinha sido campeão da Dinamarca?!?
Ser campeão por um dos mais fracos campeonatos da Europa onde há Copenhaga e pouco mais, não é grande cartão de visita. Ainda mais comparando com um treinador que vem da segunda melhor liga de futebol do mundo a seguir à Premiership e onde fez boa figura. Espero que o Quique Flores te dê mais fé quando começar a ganhar os primeiros jogos dos seus 2 anos de contrato.

S.L.B. disse...

Nando: há 26 anos também fomos buscar um treinador campeão da Suécia (e que tinha ganho a Taça Uefa). É claro que o campeonato espanhol é melhor que o dinamarquês, mas eu preferia alguém que já foi campeão enquanto treinador e um dos melhores jogadores europeus das duas últimas décadas, do que alguém que se limitou a conseguir lugares em pré-eliminatórias da Liga dos Campeões. Vamos ver, dou-lhe o benefício da dúvida, mas não estou muito entusiasmado com esta contratação. E será preciso mais do que vitórias nos dois primeiros jogos para me fazer mudar de ideias.

MB disse...

Também não me entusiasma muito o Quique Flores. Tal como disse o Bakero é um treinador com fama de defensivo e isso para o Benfica é complicado (resultou com o Trap, mas numa época em ganhou o menos mau, "por uma unha-negra"). Pode ser útil para jogar contra os outros grandes da Europa, mas em Portugal toda a gente defende contra o Benfica.

O Laudrup, para além de ser um dos meus jogadores preferidos de sempre ,tem uma mentalidade muito mais atacante.Pôs o Getafe a "jogar à bola" sem nomes sonantes.

Dos nomes que andam a atirar para o ar, o Caneira parece-me boa opção (superior a Edcarlos para o Centro e podia ser que espevitasse o Nélson na direita). R.Rocha também parece-me boa opção por razões óbvias.

Off Topic:

Não ouvi as declarações, mas a ser verdade o que li, por mim o C. Rodriguez podia ir á sua vida no F. Corruptos do Porto ou para o raio que o parta! Está visto que não passa de um mercenário.

Rui Ferreira disse...

Eh pá, do que me lembro do getafe (os dois jogos contra nós) é muuuuuuuuuuuuito pouco. Sinceramente não acho que estivessem a "jogar à bola"!, não me levem a mal. Dos restantes jogos deles (e são muitos é claro!) não sei.

Viva o quique e viva o nosso SLB

águia_livre disse...

A ingratidão dos jogadores da nossa selecção

passem por lá e digam da vossa justiça.
.

águia_livre disse...

Temos que confiar que Quique Flores, vá fazer umas...flores... no Glorioso.

Tenhamos fé
.