origem

domingo, setembro 16, 2007

Nas calmas

Ganhámos à Naval por 3-0, graças a três golões, mas estou de acordo com o Camacho quando ele diz que os primeiros e os últimos 15 minutos do jogo foram sofríveis. A nossa vitória é indiscutível, mas o que é certo é que até ao primeiro golo aos 22’ não tínhamos criado nenhuma oportunidade. Só que a partir deste tento a Naval deixou de existir e nós controlámos o jogo praticamente à vontade. Excepção feita aos minutos finais em que graças ao Quim (com uma meia dúzia de intervenções fabulosas!) voltámos a não sofrer golos.

Sinceramente não me lembro do último jogo em que chegámos ao intervalo a ganhar por 2-0, mas mesmo não tendo feito uma grande exibição percebeu-se que tínhamos o jogo ganho logo aí. O Cardozo ficou a descansar e alinhou de início o C. Rodríguez, com o Di Maria nas costas do Nuno Gomes, para além da entrado na defesa do Edcarlos para o lugar do Miguel Vítor. Uma alteração para lhe dar rodagem certamente já a pensar no jogo frente ao Milan. E foi mesmo o C. Rodríguez a abrir o marcador com um remate rasteiro fora da área, que não deu hipóteses ao guarda-redes. Pouco depois o Petit atirou ao lado de cabeça, na sequência de um livre muito bem marcado pelo Di Maria (cuidado com a maneira como ele os cobra!). Até que aos 35’ assistimos ao momento do jogo, melhor dizendo, do campeonato. O maestro fez uma excelente abertura para o Luís Filipe, que efectuou um centro de volta para ele já dentro da grande-área. Depois de rodopiar 360º com a bola colada ao pé direito, o Rui Costa deu um pequeno toque com o esquerdo por cima do guarda-redes. Só visto! Sublime! Já aqui disse várias vezes: pobres de vós que não compram cativos só para o ver jogar!

Na 2ª parte, marcámos muito cedo o 3º golo. Foi logo aos 52’ em que o Nuno Gomes correspondeu de uma maneira excelente a um centro do C. Rodríguez, lançado sublimemente pelo maestro, e marcou um golo de cabeça à ponta-de-lança. Finalmente! Resolvíamos em definitivo o jogo. Até final poderíamos ter aumentado o marcador, mas o Di Maria por duas ocasiões, ambas depois de boas arrancadas pela linha, não conseguiu centrar em condições para os colegas. O Camacho não gostou da parte final, porque nos fartámos de oferecer bolas ao adversário, já que tentávamos fazer tudo com muito rapidez. Assim sendo, a Naval poderia ter marcado mais de uma vez, já que atirou por duas vezes à barra e fez com o Quim disputasse o estatuto de melhor em campo com o Rui Costa. Infelizmente a 15’ do fim tivemos o pior momento do jogo com a lesão do Petit. Escorregou e torceu o joelho, sendo baixa certa para o jogo frente ao Milan e vamos lá a ver se não é por meses. Se há jogador insubstituível é mesmo o Petit e não sei como vamos sobreviver sem ele.

Em termos individuais, o Rui Costa continuar a mostrar que ainda está muito novo para ser director-desportivo. Parece cada vez mais refinado e é um prazer ver a alegria com que joga à bola. Por seu lado, o Quim deve estar na sua melhor forma de sempre. O Butt bem se pode queixar, mas assim não tem hipótese nenhuma. Também gostei bastante da dupla uruguaia. Muito lutadores, nunca desistem de lutar pela bola e com excelentes pormenores técnicos (as recepções de bola do Maxi Pereira são muito boas). O Nuno Gomes fez um jogo esforçado entre os centrais contrários, sendo importante nas tabelinhas com os médios e tendo finalmente acertado com a baliza. O Katsouranis continua um senhor na defesa, mas com a lesão do Petit deve voltar para o meio-campo. O Léo é outro que não sabe jogar mal. Quanto ao Edcarlos não gostei muito na 1ª parte, já que falhou algumas intercepções de bola, mas pode ter sido o nervosismo na estreia. O Di Maria esteve menos vistoso que em ocasiões anteriores, mas tem uma qualidade técnica impressionante. O Luís Filipe não é nenhum génio, mas é inacreditável a maneira como é assobiado a cada passe errado que faz. Há gente que fazia melhor em ficar em casa...

Vamos ver como nos portamos na 3ª feira em Milão. Não temos nada a perder, mas por isto é que eu gosto do Camacho: disse que íamos lá para tentar ganhar! A lesão do Petit e a falta do Luisão e David Luiz são grandes contras, mas acho que temos condições de fazer um bom jogo e dar-lhes luta. Qualquer ponto trazido de lá seria muito bom, mas pelo menos não tenho dúvidas que honraremos a camisola.

P.S. – A lesão do guarda-redes Taborda proporcionou um dos melhores momentos de sempre no novo estádio. A interacção do público, nomeadamente dos No Name, com o Rui Costa, que estava junto à bandeirola de canto para marcar um livre, foi algo que só por si fez valer a pena o preço do cativo. Felicidade pura! É por isto que nós somos invejados pelos outros. Ninguém tem um jogador, ou melhor dizendo, uma pessoa destas no plantel.

16 comentários:

Galaad disse...

Rui Costa: um SENHOR. Magistrais exibições com golos. Tá tudo dito.

Nuno Gomes: vamos lá a ver se desta ele engata...

Di Maria: talento puro. Genial com a bola no pé e na procura de espaços. Deixou-me, no entanto, preocupado num aspecto: falhou, por três vezes e isolado dentro da área, o ultimo passe. Situação a corrigir. Mas um portento. Convenceu-me.

Quim: pobre Butt... veio para cá para ser titular e se calhar só vai calçar na Taça da Liga...

Petit: não sei. Sem ele, sinceramente, não sei... Avizinham-se tempos dificeis sem a nossa grande referencia do meio campo defensivo.

Rodriguez: golo fenomenal, pormenores interessantes. Sabe jogar, e isso já é muito bom...

Maxi: inteligentissimo a jogar sem bola e a ocupar os espaços. Muito seguro a nivel do passe. Gostei, e muito. Era deste jogador que tinha maiores reservas.

Katsouranis: exemplar. Já existe a dúvida: será que o teremos de adaptar ao meio campo? Tem estado intransponivel. Assim continue.

Leo: Hoje, nem um All Black passava por ele!!!!!!!!!!!!!! Tá tudo dito.

Luis Filipe: Ainda não me convenceu...

Galaad disse...

Ahh

Edcarlos: Não comprometeu. E isso, num central que se estreia perante o Tribunal da Luz, já é, só por si, um feito. Gostei, mas a rever...

Telmo disse...

1º A atitude da equipa é entusiasmante e vê-se os jogadores com alegria e garra a lutarem pela vitória, Fernando Santos deve-se estar a perguntar como é que Camacho conseguiu...

2º O único jogador que não se podia lesionar para o jogo de Milão lesionou-se, os anti-Benfica devem andar a fazer muitos bruxedos....é preciso muito azar porra.

3º Eu vi o jogo pela tvi e aquando da confusão com as claques, a tvi simplesmente censurou as imagens embora os comentadores falassem da confusão, como é óbvio a tvi, parcial como é, tentou esconder alguma coisa, gostava de saber se foi o que estava escrito nas tarjas ou se foram as agressões policiais.

4º Ao que me parece, Di Maria e Rodriguez vão ser grandes jogadores, ainda por cima a serem ensinados pelo grande Rui Costa que ontem além do grande jogo que fez ainda teve aquele momento de meter o estádio a cantar, esse momento mostrou bem o que é o Benfica....qualquer semelhança com outros clubes é pura mentira. ;)

p.s. Porque é que a polícia de Lisboa reprime e agride as claques do Benfica por uma questão de legalização e a polícia do Porto fecha os olhos a todo o tipo de crimes e espancamentos por parte dos super-dragões? Portugal = democracia, igualdade e justiça?

GR1904 disse...

Telmo, devias antes perguntar por que razão o Vieira permite que a policia e entidades externas ao proprio clube, reprimam os grupos do Benfica.

Mais ainda: devias perguntar ao Mario Dias e tb ao Vieira, por que razão é que os grupos de apoio do Benfica vão ficar sem as respectivas sedes.

Eu sei porquê. Independentemente das razoes que lhes assistem, se é que têm alguma, não há nada pior do que ignorar os adeptos do clube que mais apoiem por razões externas ao proprio clube.

É o que dá termos um presidente que nao se sabe bem a côr genuina dele.

slbcarlitos disse...

Acabou por ser uma bela vitória e bem conseguida pelo Benfica. Mas, não gostei da maneira como entramos nem como acabamos o jogo. Na equipa ainda se nota alguma ansiedade o que só o golo do Cebolla resolveu. E na parte final com a saída do Petit a equipa voltou a ressentir-se de um modo muito semelhante ao que aconteceu quando foi Luisão que saiu lesionado nas últimas duas vezes. Notam-se já francas melhorias e há um aspecto que é a principal razão por que eu suspirava pela vinda de Camacho: as belas jogadas. Lembro-me bem quando Camacho cá esteve no Benfica pela primeira vez em que o Benfica jogava um futebol, por vezes, perfeito com triangulações, simulações, tabelinhas e outras jogadas de belo efeito.
Este Benfica tem tudo para ir longe, desde que a saúde dos nossos atletas assim o permita, e como é doloroso ver um Petit em crescendo de forma a lesionar-se, possivelmente, com relativa gravidade. Mas é esta a nossa sina e nem isso me faz esmorecer a confiança que tenho num grande resultado em San Siro.
Abraço

dezazucr disse...

Rui Costa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

hla disse...

gr1904, não estão as claques proibidas de se identificarem como tal enquanto não estiverem legalizadas? E não estão, ao mesmo tempo, os Diabos em processo de legalização?
Não é só uma questão de tempo até poderem voltar a mostrar as faixas?
Então porque é que têm de as mostrar já e obrigar a polícia a intervir?
É como eu ir roubar um banco só para poder dizer, quando for preso, que os polícias são uns malvados e o governo é uma vergonha.

Nem digo que não sejam, mas só podemos criticar se cumprirmos a nossa parte.

E o Vieira não pode (nem quer, espero eu) proibir a polícia de fazer cumprir a lei, seja onde for. Esse tipo de protecção faz-se por presidentes de clubes do norte a claques de clubes do norte. Nós somos diferentes.

Quanto às sedes, pelo que sei os clubes foram proibidos de conceder quaisquer tipo de facilidades a claques não legalizadas (ou seja, inscritas no CNVD, não é assim?). Se me disseres que as claques, mesmo depois de legalizadas, vão ficar sem sede, aí já é uma questão que se pode perguntar ao Vieira.

Só para acabar, dou muito valor aos Diabos, principalmente pelo vosso apoio às modalidades e apesar de achar que já não têm a vitalidade que tinham (é pena mas são cada vez menos e já quase não vos oiço nos jogos), mas não partas do princípio que só por serem a claque são os adeptos que mais apoiam o clube.

O clube tem de cumprir a lei (a lei aqui sendo as razões externas que falaste) como todos nós, por isso não percebo a tua indignação. Pode eventualmente ser por não estar dentro do assunto, até porque antes deste jogo não tinha sequer pensado nisto, mas nesse caso já agora peço-te que me expliques.

Quanto ao jogo, grande Rui Costa, grandes sul-americanos, pena o Petit (mas parece que são "só" 4 semanas).

GR1904 disse...

hla, garanto-te mesmo que não é uma questao de apenas "legalizaçao" ou nao. Ultrapassa isso. Tem a ver com liberdades e direitos. Tem a ver com discriminação. Tem a ver com repressão. Tu não estas mt por dentro destes assuntos, mas faço-te uma pergunta:

- Achas normal quererem o registo pessoal, privado e particular dos membros das claques, so porque sao das claques e deixar os adeptos comuns de fora?

Nao me podes dizer que só os gajos das claques é que fazem merda, com toda a certeza. Mas a questao nem é essa. E alem do mais, um adepto comum pode levar uma faixa para dentro do estadio e mostrá-la e um membro de uma claque já não tem esse direito. Ridiculo.

Outra coisa: eu nao sou membro de nenhuma claque mas, enquanto grupo organizado de apoio, dou-lhes mais valor do que qq adepto comum. Sao eles que incentivam a equipa, nao sao os adeptos comuns. Quanto muito, estes vao alinhando nos canticos mais conhecidos q partem das claques. E, principalmente, sao as claques que estao a apoiar qd a equipa mais precisa. Os adeptos comuns nao fazem isto, tendem logo a assobiar. Tens mts exemplos destes na Luz.

A minha indignaçao tem a ver apenas com a questao do direito à liberdade. Quanto te a tiram, nao ficas incomodado?

O Vieira nao pode proibir a policia de fazer o seu papel. Mas tb nao devia permitir que entidades e pessoas que nada têm a ver com o Benfica, tenham mais poder do que deviam para decidir certos e determinadas principios de acesso ao estadio. É td tao ridiculo que nenhuma claque das equipas que ja jogaram na Luz contra o SLB puderam usar o seu material. E algumas ate estao registadas no CNVD, salvo erro.

Quetzal Guzman disse...

hla, pelo que li da Lei 16/2004, diagonalmente, confesso, não existe referência à proibição de faixas desde que estas não exprimam mensagens xenófobas ou incitadoras à violência. Portanto, não haverá base legal para essa proibição.
Quanto às sedes, sim, é diferente, porque a Lei impede os clubes de apoiarem - finaceiramente e logisticamente - grupos não registados como associações de adeptos. Mas não me parece que exista na Lei qualquer entrave à existência de claques não registadas como associação de adeptos.

ps- Pelo que ouvi durante a semana, a organização de jogos ainda pensou proibir a entrada de cachecóis e t-shirts alusivas aos grupos. Parece que houve um minimo de bom senso.

Quetzal Guzman disse...

O Di Maria, se tiver cabecinha, pode, na próxima época, ser a grande estrela da nossa Liga e uma grande mais-valia para um Benfica Europeu. Este será, espero eu, o seu ano zero.

S.L.B. disse...

Só ao intervalo é que me disseram porque é que tinha havido aquela repressão policial sobre os Diabos. Lei é lei, mas lei idiota é lei idiota. Duvido que com esta lei já em vigor, a VERGONHA que a claque do clube regional fez no ano passado na Luz não acontecesse na mesma. TENHO A CERTEZA que mesmo que com a lei em vigor, a polícia manter-se-ia de braços cruzados como fez no ano passado.

GR1904: a posição da SAD do Benfica é complicada, porque se as claques não se legalizarem o Benfica poderá ser punido se lhes continuar a dar apoio logístico, certo? Por outro lado, acho o papel das claques FUNDAMENTAL. Raramente (para não dizer nunca) se houve assobios por aqueles lados. Assim fosse com o resto do estádio... E por isso, se não se legalizarem acho que ficaremos todos a perder. As coreografias que os Diabos faziam nos jogos mais importantes eram excelentes e a grande faixa dos No Name do "Benfica campeão" era portentosa. Infelizmente, este balofo do Laurentino Dias só se preocupa com estas questões secundárias. Quanto ao "Apito Dourado", continua calado como um rato!

Quetzal: a ver vamos se ele fica cá para o ano. Ele disse, assim que veio, que queria fazer um bom ano no Benfica para na próxima época ir para o Chelsea...

GR1904 disse...

S.L.B., a lei 16/2004 existe desde 2004 e até agora nunca tinha havido problemas dessa ordem. Antes pelo contrario, foi totalmente esquecida durante este tempo todo, senão a claque do fêcêpê há muito que tinha elementos proibidos de entrarem em recintos desportivos (é uma das sanções previstas nessa lei).

Essa lei, como o Quetzal Guzman disse, não proíbe faixas com o nome e identificação dos grupos de apoio. Proíbe sim, faixas de teor xenofobo, racista e violento. Coisas que, a bem da verdade, nunca foi preciso existir essa lei 16/2004 para que em algumas situaçoes se tenha verificado a intervençao da policia. Mais ainda, houve certas frases que nao tinham nada de violento nem qq outro caracter anti-desportivista, que foram impedidas de entrar na bancada em alguns jogos importantes.

A posiçao da Sad do Benfica é tudo menos complicada. Quando precisaram dos NN e DV, os dirigentes foram os primeiros a acarinhá-los. Quando não lhes interessa, os mesmos dirigentes são os primeiros a entalá-los. A lei existe, mas tem falhas. E nessas falhas, há abuso por parte das autoridades. E é aqui que a Sad do Benfica fecha os olhos, claramente.

Para terminar, só para que se saiba, não é a policia que está encarregue de impedir a entrada de faixas, bandeiras e estandartes no estádio. É um gajo que faz parte da estrutura da Sad do Benfica, responsavel pela segurança. O mesmo gajo que depois do que se passou com as claques do fêcêpê, impediu o ano passado, de haver algumas coreografias, principal contra o Espanyol. E, mais uma vez, a lei 16/2004 não proíbe a exposiçao de faixas, mas esse gajo acha que sim.

PS: O Benfica, e quase todos os clubes, já foram punidos pecuniariamente pela Liga e pela Uefa, devido ao uso de material como tochas e potes de fumo e a coisa ficava por aí. Agora usam a bandeira da legalizaçao defendendo-se que o clube é punido dessa mesma forma. Isto não soa a hipocrisia? O Vieira só se preocupa com os benfiquistas qd é para pedir kits e sacrificios.

Anónimo disse...

Não vi o Rui Costa saltar quando o Petit se lesionou. Porque será?

Anónimo disse...

A primeira prova de fogo será contra o Milão... e sem Petit, surge uma pergunta: e agora sem o melhor trinco como será o 11 inicial?

Já ontem tinha equacionado que o médio camaronês Gilles não deveria ser titular, penso que a sua estreia deveria ser com um adversário menos exigente e num ambiente menos infernal.
Já ouvi dizer na comunicação social que o Camacho pensa em colocar o Pereira a fazer de Petit e entra o Assis... já tinha pensado no Assis para o 11 inicial mas não sei até que ponto o Pereira fará bem a posição de trinco.
A meu ver, é preciso anular 3 posições que considero fundamentais no jogo do Milão...o trinco Pirlo, o médio de transição Ambrosini e o 10 Kaká...Assis seria bom que jogasse mais como o médio mais avançado sempre pronto para fazer pressão junto do Pirlo, uma vez que o Pirlo mesmo jogando mais recuado é o primeiro organizador do jogo do Milão... o Kaká não é um poço de mobilidade mas torna-se muito perigoso quando tem espaço para arrancar de trás, com a bola dominada...marcação cerrada a todo o campo já nao se usa porque isso limitaria o Benfica a jogar com menos um os 90 minutos...pressão em cima do Kaká, quer do Pereira, quer do Katsou...o Ambrosini parece-me que seria bom o Rui Costa vigiá-lo de perto porque nas transições defesa ataque assume particular importância no jogo do Milão...o Gattuso é um tipo que pouco sobe no terreno, o Seedorf sem a mestria de Kaká não jogará ao seu melhor nível...aparece sempre descaído no flanco esquerdo( Atenção Luis Felipe)...a atacar o Benfica precisa do Di Maria colocado nas faixas e por aí tentar circular o seu jogo...este Milão apenas avança nas faixas por intermédio dos seus alas...uma vez que não joga com extremos puros...
Na frente dispensaria-se o Nuno Gomes que é uma anedota como jogador e aqueles centrais do Milan e o Gattuso dão bem conta dele e colocava o Cebollita Rodriguez como pivot de ataque e o Cardoso bem no meio dos centrais...espero que no jogo aéreo este Cardozo seja bom jogador...Portanto acho que a meu ver este seria o onze inicial:

Quim, Luís Filipe, EdCarlos, Katsou e Leo; Pereira, Rui Costa, Assis e Di Maria; Rodriguez e Cardozo


Quim

Luis Filipe Katsou EdCarlos Leo


Rui Costa Pereira

Assis Di Maria
Rodriguez

Cardozo

Mex disse...

Peço desculpa pela minha ignorância, mas tenho de fazer esta pergunta:

Quantos jogadores extra comunitários podem alinhar na L.Campeões?

Segundo os jornais desportivos, e muitos comentários que tenho lido, quase todos eles, anunciam uma equipa para o Benfica que contem 6 jogadores oriundos da América do Sul.

A saber:
Edcarlos, Léo, Maxi Pereira, Rodriguez, Di Maria e Cardozo

S.L.B. disse...

Aí está uma boa pergunta. Também não sei a resposta, mas é possível que algum desses jogadores já tenha dupla nacionalidade. Provavelmente por causa de algum antepassado.