origem

sábado, setembro 23, 2006

Furioso

Jogos destes deixam-me fora de mim! Empatámos em Paços de Ferreira (1-1) com o golo deles a ser marcado no segundo minuto de compensação. Custa-me mais perder pontos desta maneira, depois de duas (!) bolas ao poste e perante um adversário que não criou quase nenhum perigo, do que em jogos como o do Bessa. No entanto, a perda destes dois pontos tem um rosto: Léo. É INADMISSÍVEL que um jogador do Benfica se deixe expulsar daquela maneira (dois amarelos seguidos, o primeiro por protestos e o segundo por aplaudir esse mesmo amarelo)! Estávamos a ganhar por 1-0, já na segunda parte e com o jogo perfeitamente controlado.

Tal como na semana passada, entrámos bem na partida, com o meio-campo muito interventivo e o Paulo Jorge a dar nas vistas (foi de longe o nosso melhor jogador, mas também gostei do Karagounis e Katsouranis). A única jogada de perigo que o Paços criou foi aos 20’ num remate de longe em que o Quim fez uma grande defesa. Mas quem comandava o jogo éramos nós e numa bela jogada do Paulo Jorge concluída com um centro, o Katsouranis marcou de cabeça à ponta-de-lança em plena pequena-área. Infelizmente, e à semelhança da semana passada, desacelerámos a seguir ao golo. Para piorar as coisas, o Nuno Assis é atingido inadvertidamente com os pitons de um adversário e é substituído pelo Manú (que entrou pessimamente). O Simão derivou para o meio-campo, como nº 10, onde é muito menos perigoso do que nas linhas. Lá na frente o Miccoli continuava a tentar batalhar contra defesas muito mais altos do que ele.

Na 2ª parte, voltámos a pressionar e começámos a falhar golos certos. O primeiro foi um remate do Miccoli, sem oposição já dentro da grande-área, que passou ao lado. Quando parecia que estávamos balanceados para matar o jogo com o segundo golo, o Léo tem a tal paragem cerebral e ficámos a jogar com 10. Espero que tenha uma multa de pelo menos metade do ordenado, porque um jogador experiente como ele, já com 31 anos, NÃO pode fazer aquilo. Já se sabe que os árbitros estão condicionadíssimos, porque o “Apito Dourado” continua sem estar resolvido, e a arbitragem de hoje do Sr. Lucílio Baptista foi muito habilidosa. Os jogadores do Benfica foram encharcados de amarelos e deviam saber que têm que ser como anjinhos, porque à mais pequena coisa os árbitros punem-nos (queria ver um jogador do clube regional ser expulso como foi o Léo; mais depressa eu dormiria numa pocilga…). Apesar de termos menos um jogador conseguimos conter o Paços de Ferreira que não criou perigo nenhum, com excepção de um remate rasteiro que o Quim blocou muito bem. Numa jogada de contra-ataque de dois para um, o Simão não conseguiu meter a bola no Mantorras (que entretanto entrara para o lugar do Miccoli) e perdemos a segunda grande ocasião de golo. A 15’ do fim há um jogador do Paços já amarelado, que corta a bola com a mão (apesar dos portist…, perdão, jornalistas da Sport TV acharem que foi com o peito), e foi naturalmente expulso. As coisas voltavam a estar igualadas. Pouco depois, na sequência de um livre, o Luisão remata ao poste e a 5’ do fim é a vez do Katsouranis, completamente isolado e só com o guarda-redes pela frente (!), também acertar naquele mesmo poste. E no tal 2’ de compensação, o Miguelito (que entrara para o lugar do Manú depois da expulsão do Léo) dá todo o tempo de mundo para o extremo do Paço centrar e o ponta-de-lança antecipa-se ao Anderson (Bessa revisited) e marca o golo do empate. Maior balde de água fria não podia haver!

Não achei que globalmente tenhamos jogado mal, mas continuamos a padecer de dois grandes males: a indisciplina em campo e o fraco poder de concretização. O Benfica tem que se capacitar que é IMPERATIVO ter dois golos de vantagem, para ficar a salvo de lances fortuitos como o de hoje. Já na semana passada o Nacional teve uma boa oportunidade perto do fim e poderia ter empatado se não fosse o Quim. Hoje, lixámo-nos mesmo! Por outro lado, não sei o que se passa na equipa para tão grande indisciplina. Ainda por cima, o Fernando Santos veio dizer no final que já tinha alertado os jogadores depois do jogo no Bessa, e hoje voltámos a ser reincidentes. Ora, ou eles são surdos ou como os jogadores são maioritariamente os mesmos da época passada e isto não acontecia nessa altura, parece-me que só há um culpado para isto…

Com tudo isto e o jogo em atraso, já estamos a oito pontos do clube regional. Os nossos responsáveis dizem que “ainda é muito cedo”, mas ou muito me engano ou já tinha ouvido esta cantilena no ano passado e os resultados no fim da época foram o que foram. As perspectivas para a próxima 3ª feira não são nada boas…

11 comentários:

Anónimo disse...

a culpa disto é do Leo. Não gosto do FS, mas hoje foi o Leo que borrou a pintura toda.

chefe disse...

A culpa é do Fernando "Todos os" Santinhos e de quem o colocou lá.

Nos anos anteriores não se via disto.

Vai ser uma época miserável como infelizmente previ.

Anónimo disse...

Pode ser que o LFV se convença que o Veiga tem que sair. Não acredito, mas enquanto há vida há esperança

BP disse...

Cada vez isto está pior. Dei comigo ontem, depois de uma das muitas habilidades que o Lucilio inventou a dizer "Como gostaria de não gostar de futebol!!!". O problema é que gosto! e muito! Não estou a dizer que a culpa é do árbitro. e no jogo de ontem acho que foi sobretudo azar... eu também não gosto muito do FS enqt treinador, mas a verdade é que é dificil fazer melhor com esta massa adepta assobiá-lo desde a pré-época! não se vê em país nenhum do mundo. Só neste cantinho onde ser sério é igual a ser ultrapassado. Com a qualidade deste plantel não precisamos de um grande treinador. Com o apoio dos adeptos e o s jogadores a sentirem isso, ultrapassam tudo e todos... mas enfim. é o que temos. com os assobios, as vaias e a contestação a subir de tom, vai continuar a tremideira dos jogadores e do próprio treinador que vai ter cada vez mais medo de arriscar! como não há nada que possa fazer vou continuar a amar o futebol e o Benfica... embora me desgoste cada vez mais ir à bola e ouvir assobiar a equipa.
Ou então sou só um romântico muita chato... e nesse caso esqueçam tudo o que disse!
abraços

Pedro Malaquias disse...

A expulsão do jogador do paços é escandalosa. O 2o cartao ao Leo é mt forçado, mas ele já não tem propriamente 18 anos para ser expuslo daquela forma..

O Anderson cada vez me desilude mais; o Simão anda a gozar com os adeptos. Parece que o Paulo Jorge é jogador.. vamos lá ver..

Mas por muito mal que se diga, o SLB jogou bem pela 2a x consecutiva.. A culpa deste resultado não é certamente do F Santos (apesar de não perceber o que é que ele tem contra o Nelson). Os jogaodres tao com alg prob em matar o jogo...

GR1904 disse...

Concordo com o bp em muito do que ele diz. Temos sempre a mania (eu incluido) de atirarmos as culpas para cima de alguem e é claro que o Léo foi estúpido (é mesmo assim) ao aplaudir o arbitro por lhe ter mostrado um amarelo motivado por palavras que lhe dirigiu, o que se torna ainda mais gravoso. Acho tb que o Benfica jogou bem, teve sempre a partida sob dominio e teve muito azar nas bolas ao poste. Caso nao saibam, o F.Santos só agora, na semana que antecedeu o jogo, é que teve pela primeira vez todo o plantel reunido e parece-me claro e notório que a equipa tem melhorado e desta vez até fez um jogo personalizado. Ao contrário do que diz o S.L.B., acho que as perspectivas para 3ªf são animadoras e espero que a Luz e os adeptos se transformem para apoiar a equipa. Os jogadores sentem facilmente o apoio de um estádio cheio a lutar com eles e sucumbem mais facilmente qd as reacçoes dos proprios adeptos lhes sao adversas. Este empate soube-me mesmo a derrota pela forma como o jogo decorreu e o meu receio é que os jogadores tenham sentido a mesma coisa...

S.L.B. disse...

BP: não concordo com a tua questão do treinador. Pode não ser preciso um "grande" treinador, mas é preciso um treinador que não "estrague" o que tem de bom, algo que o FS fez na pré-época, com a famigerada táctica do losango. Mas, claro, nunca se deve assobiar alguém que representa o Benfica.

GR1904: quando disse que as perspectivas para a próxima 3ª feira não são boas, é no sentido em que a equipa não está com os níveis de confiança em alta para o jogo. Se o mesmo começa a correr mal, temo que não tenhamos capacidade de reacção como tivemos no ano passado em que, apesar das ausências, estávamos numa fase positiva vindos de uma vitória importante no Marítimo. Claro que os jogos e as comeptições são diferentes, mas não estou muito optimista para amanhã.

Verdi NN disse...

Pois é BP, dei comigo na viagem de regresso a Lisboa a pensar precisamento o mesmo que tu. O que é que me faz fazer 700klm, chegar já com 30 minutos de jogo jogado (nem o golo do Benfica vi), apanhar um molha descomunal, gastar uma fortuna e ainda por cima ver a nossa equipa deixar-se empatar daquela forma.

Sinceramente, não sou um adepto confesso do FS, mas parece-me que ele neste jogo foi o menos culpado pelo resultado menos positivo. Os jogadores tinham a obrigação de ter conservado o resultado de 1-0 até final, sendo que a postura do anderson no lance do golo é de total desleixo e apatia. Ainda no dia anterior ao jogo ele (anderson) referia que não percebia o porquê de ter saído da equipa a seguir ao miserável jogo do Bessa não tendo a humildade suficiente para reconhecer os erros que cometeu (tipico de jogadores brasileiros).

É lamentável o comportamento dos adeptos do Benfica (a maioria nem sócios são, mas exigem exibições e resultados) assobiando o treinador e os jogadores e prejudicando ainda mais o estado animico e de confiança dos jogadores.

Anónimo disse...

Meus senhores, podem continuar a iludirem-se, dizendo que o Benfica está melhorzinho e tal..., mais cego é quem não quer ver, Fernando Santos é mais um treinador ao nível dum Ivic, Paul Csernai, Manuel José, enquanto treinadores do Benfica, enfim... Deus queira que me engane, mas este ano nem à europa vamos.

MAD*MAX disse...

Amanha é ke é!!!
A reconciliação c/os adeptos...
Digo eu!

Saudações desportivas
SLB 4EVER

Mavs disse...

A culpa é do Fernando Santos: discurso estúpido e pouco atraente; indisciplina nunca antes vista; nenhuma motivação para melhorar; invenções de tácticas; por jogadores e 34 anos, já lesionados, a forçar em jogos que já estavam completamente perdidos; falta de mão no balneário; falta de uma esolha para líder da equipa; e, por último, um treinador que já treinou (e mal) Porto e Sporting, não pode servir para o Benfica.