origem

quarta-feira, julho 05, 2006

Portugal – 0 – França – 1

Como era previsível, a nossa besta negra foi-o mais uma vez. Um penalty (indiscutível) do Ricardo Carvalho sobre o Henry permitiu ao Zidane tirar-nos de mais uma final. Num jogo bastante monótono e em que nunca tivemos arte para superar a boa defesa dos franceses, ganhou a equipa que teve melhores oportunidades de golo, apesar de estas serem muito escassas para ambos os lados. Aliás, esta pouca qualidade dos jogos com falta de ocasiões de golo está a ser exasperante, especialmente desde que o Mundial entrou nos oitavos-de-final. Tirando talvez o Espanha-França, todas as outras partidas foram globalmente más, estando as equipas mais preocupadas em defender do que atacar. Arriscou-se muito pouco e por isso não é de estranhar a média (baixíssima) de 1,71 golos (!) por jogo nesta 2ª fase.

A partida estava a ser equilibrada até à altura do penalty, aos 33 minutos da 1ª parte. Como já não estávamos em desvantagem há uma série de jogos e jogando com nove durante quase toda a partida, a tarefa a partir daí era praticamente impossível. O Deco e, principalmente, o Pauleta foram de uma nulidade atroz, mas infelizmente o Scolari demorou mais de uma hora a perceber isso em relação ao açoriano, substituindo-o novamente pelo Simão. Ainda por cima, o ponta-de-lança que acabou por entrar pouco depois foi outra vez o Postiga, em mais uma opção injustificável. O Scolari, que gosta tanto de fezadas, bem se poderia ter lembrado que o Nuno Gomes fazia anos hoje e que já marcou à França numa meia-final no Euro 2000. Por outro lado, deu sempre a ideia que a equipa estava cansada. O Figo batalhou imenso, mas está roto, o Deco falhou inacreditavelmente duas assistências facílimas ainda com 0-0 que nos poderiam ter dado vantagem. Para além disso não defendeu nada e não se viu em termos atacantes. O Cristiano Ronaldo foi o único a criar perigo e é dele o livre que nos dá a melhor oportunidade de todo o jogo, na recarga de cabeça do Figo na pequena-área que passou por cima da barra. O Maniche foi igualmente dos melhores, mas não pode fazer tudo sozinho. A defesa acabou por não ter muito trabalho, porque a França também não pressionou muito. O que mais custa é isto: a França nem teve que fazer um grande jogo para nos derrotar. Quanto à defesa, o Meira voltou a ser o melhor e acaba o Mundial em grande forma.

As desculpas de mau pagador em relação ao árbitro no final da partida são já uma imagem de marca nossa quando somos eliminados. O árbitro esteve bem nas duas decisões mais importantes: o Ricardo Carvalho fez penalty e o Cristiano Ronaldo atirou-se para o chão. Uma falta aqui e outra ali por assinalar ou um ou outro cartão por mostrar não foi isso que influenciou o jogo ou tira mérito à França. Aliás, querem-se os melhores jogadores para os jogos decisivos pelo que é natural que os árbitros se refreiem na amostragem de cartões nestas alturas (excepto em casos como o do Ricardo Carvalho que vai ficar de fora na partida para o 3º lugar porque teve uma entrada a matar). O defesa do Chelsea vai fazer muito falta no último jogo e é bom que o Scolari faça algumas alterações, porque há jogadores em muito má forma. O Deco e o Pauleta podem vir já para Portugal e mesmo o Figo está longe dos 100%. Todavia, espero que lutemos para conseguir o 3º lugar apesar de defrontarmos a equipa da casa. A Alemanha está perfeitamente ao nosso alcance, saibamos nós entrar com 11 jogadores em campo.

7 comentários:

antitripa disse...

Les Miserables.....

ed disse...

bem é fodido mas lá se foi o nosso sonho, mas pronto, desta vez portugal nao teve a estrelinha da sorte, a frança depois do penalti fez o que tinha a fazer, defender até ao fim.

estamos nos 4 melhores mas sabe a pouco depois de tanta expectativa

nao sei se foi do cansaço, mas ontem estavamos lentos, mas sendo assim tb os franceses deviam estar cansados, até tiveram um pouco menos tempo de descanso que nós.

verdade seja dita, as coisas nao funcionam com o pauleta a ponta de lança contra grandes nomes, ele é imediatamente neutralizado, contra as selecções menos fortes como as do fase da qualificação o pauleta lá marca uns golos. mas nas fases finais, é o que se vê. portugal precisa de uma nova solução para a frente, mas não é postiga a melhor. o nuno gomes como joga mais atras e desmarca bem se calhar era melhor solução, mas la o scolari insiste no pauleta e num jogador de equipa B no porto.

acho que essa euforia de agradecer o scolari por portugal ter chegado longe errada, ele fez más escolhas ás vezes, e lá por termos chegados á semi-final, nao foi graças a ele, foi graças a grandes jogadores como figo, deco, maniche, e defesas do ricardo.

portugal sem scolari já chegou ás meias finais de um europeu em 2000...a unica diferença é que o mundial é o europeu + brasil e argentina...mas perdemos nas meias finais com a frança de novo.

espero que o scolari vá embora, e antes que me atirem á cara que é pelo baia ou quaresma, nao, eu ja acredito que o ricardo tem sido a melhor opcao na selecção, devemos muito a ele, o quaresma com o tempo vai crescer e um dia poderá ajudar a selecção, ainda mais que hao-de ficar vagas quando figo ou outros sairem.

quer queiram quer nao, scolari fez algumas asneiras...acho que podem concordar comigo que a selecção com qualquer treinador podia chegar longe, o que um treinador nao pode falhar eh nas opcoes que faz...pauleta e postiga nao eram as melhores opcoes, eu nem gosto do nuno gomes, mas na falta de melhor, devia ter sido ele a jogar, ainda por cima mais fresco, e no aniversario, contra uma equipa a quem ja marcou.

MB disse...

Bem, vejo que o Ed deve ser do Norte, mas não lhe levo a mal isso. Concordo com a questão do Scolari, mas a verdade é esta: não é só uma meia final do campeonato da europa + brasil e argentina. Nunca tínhamos chegado a nenhuma final, nunca tínhamos chegado a nenhuma meia-final de um campeonato do mundo (e falo de circunstâncias normais, não de ter um Deus chamado Eusébio na equipa).

Portanto, devemos-lhe muito. Depois, concordo que ele errou, como expliquei no http://caminhante-solitario.blogspot.com/ e que devia ter mantido o Pauleta, acrescentado o Nuno Gomes, tirado o Costinha pelo Simão e mantido o Deco no meio. Senão, reparem:
Ronaldo à esquerda
Figo e Deco no meio
Simão à direita
Nuno Gomes e Pauleta na área
Se não ganharmos assim, então que façamos as malas, e pronto!!!

Abraços gloriosos :-)

Marco Aurélio disse...

S.L.B.

Ao contrário do que aconteceu aqui no "b"rasil , a seleção de Portugal perdeu o Jogo, mas não o respeito da torcida. O Ricardo indo para a área francesa no final foi um lance maravilhoso, o que só confirma a gana do time Português. Pena que vários gols foram perdidos, sobretudo aquele de cabeça que o Figo poderia ter feito! Foi questão de má sorte. O time é realmente Bom! Tenho certeza de que em 2010 as coisas serão diferentes, principalmente o respeito que as demais seleções terão pela seleção Portuguesa. Saudações do outro lado do Atlântico.

Um abraço

Marco Aurélio

Caminhante Solitário disse...

Para mim, o grandes "culpados" são:
Scolari - pelas opções. A preferência pelo Postiga em vez do nuno Gomes é inacreditável. Ainda assim (e ao contrário do Ed neste ponto - apesar de estar, na generalidade de acordo com este) acho que é fundamental a manutenção do Scolari na selecção. Pode-se pensar que outro também o conseguiria mas... quantos houve antes do Scolari (e até com uma geração de jogadores bem melhor, como a "geração de ouro": Figo, rui Costa, Paulo Sousa, João Pinto, etc) e apenas ridicularizarem o nome de portugal? Scolari pode ser insuportável é certo, mas consegue triunfos, e isso é o mais importante.
O outro grande culpado é o Deco.É certo que é um grande jogador, provavelmente útil no futuro, mas é um facto: para jogar assim (ainda por cima com um descanso extra - não jogou contra a Inglaterra...) mais vale pôr um... português a jogar.
Mas, no meu ponto de vista, o principal culpado é: Pauleta. Portugal não poderia ambicionar ser campeão do mundo com um ponta-de-lança da qualidade desse açoriano. Pauleta é mau demais. Nos jogos a sério, como todos os do Europeu e todos os do Mundial (excepto contra... Angola (!)) nunca marca golos... É o melhor marcador da selecção, mas a marcar 4 ao Qatar e 3 a Cabo Verde ajuda, e muito. Há que admiti-lo: Pauleta não serve para esta modalidade. Ele que se dedique ao golf ou ao Atletismo. Talvez aí consiga fazer "qualquer coisa" (e não se venha com o argumento de ser o melhor marcador do camponato francês! É um campeonato fraquíssimo que tem uma única equipa: o Lyon - quantos golos marcou Pauleta ao Lyon? Provavelmente nenhum...)

Anónimo disse...

Atletico Madrid make Simao their main target

http://www.portuguesesoccernewslinks.com

Anónimo disse...

O Scolari tem tanto de bom treinador como de burro teimoso. A insistência com o Pauleta já cheira muito mal. Mesmo que ele marque contra a Alemanha, não mudo a minha opinião. O tipo pode ser bom lá no clube dele, mas na selecção só marca aos coxo e marrecos. Uma defesa ligeiramente mais forte e é ve-lo ás aranhas.

Nos 3 últimos jogos marcamos 1 golo ! É assim que queriamos chegar à final?