origem

quarta-feira, abril 26, 2006

Boda aos pobres

Um fim-de-semana prolongado por terras do Gerês impediu-me de postar mais cedo sobre o nosso empate na Madeira frente ao Nacional por 1-1. Só consegui ver em directo a última meia-hora (shame on me!), mas tenho o jogo todo gravado e faço tensões tenções de vê-lo até ao final da semana. Pelo relato, resumo e A Bola do dia seguinte, percebi que a nossa 1ª parte não fugiu muito à pobreza franciscana dos últimos tempos. Tivemos uma oportunidade de golo pelo Simão e pouco mais.

Na 2ª parte, houve o golão do Miccoli e o falhanço de cabeça do Manduca (semelhante ao do Mantorras frente ao Marítimo) e a partir do que tive oportunidade de ver em directo aconteceu o que já aqui critiquei por várias vezes: a falta de killer instinct. Irritei-me profundamente com a ronha que o Benfica fez com a vantagem mínima. Não percebo como é que não se tenta alargar a diferença para dois golos para, depois sim, gerir o jogo. É que se estava mesmo a ver o que poderia acontecer. Este ano não cedemos muitas vezes pontos nos últimos minutos, mas defender 1-0 é sempre um enorme risco. Pode haver um lance fortuito que deite tudo a perder, como o canto que deu o golo do empate aos 88 minutos. Quase parti o hall do hotel, onde estava a ver o jogo, com a fúria!

Individualmente não posso fazer grandes comentários por enquanto, mas espero que a lesão do Simão não seja grave para que possamos despedir-nos dele convenientemente no próximo jogo na Luz. Muito lhe devemos nestes cinco anos em que usou a gloriosa camisola e merece uma última ovação em campo.

Quando tudo parecia perdido, eis que os lagartos nos oferecem logo a seguir uma benesse que nos permite ainda sonhar com o 2º lugar. A Naval, que nos roubou quatro pontos este ano, foi a Alvalade tirar dois. Os lagartos não jogaram nada e cada dia que passa descobrem sempre um novo penalty que ficou por assinalar (no próprio dia era um, ontem o presidente já falava em três!). O Sá Pinto foi expulso por palavras e vai ter o final de carreira que merece, passando os dois próximos jogos na bancada. Nas suas duas últimas aparições em campo, foi para a rua duas vezes. Coincidência?

P.S. – Se tivéssemos feito a nossa obrigação frente aos clubes da Madeira, já estaríamos em 2º lugar...

9 comentários:

GR1904 disse...

Ainda não vi, li ou ouvi da boca dos responsáveis directamente ligados ao assunto que o Simao ia sair do Benfica. Estranho mesmo, a ser verdade, como é que nunca nenhum jornalista ou orgão de comunicaçao social, que estão sempre avidos de lenha para queimar, abordaram o caso seja em conferencias de imprensa, seja em entrevistas.

D'Arcy disse...

Não faças 'tensões' de ver o jogo, que isso te faz mal. Faz antes 'tenções' ;)

Mas aviso-te já que a primeira parte quase que merecia bolinha vermelha no canto do ecrã, de tão horripilante que foi...

Pedro Neto disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Neto disse...

De facto, perdeste muito pouco. Faz forward para a 2ª parte que apanhas logo com Mi Mi Miccoli.

PS: viste o mail que te mandei?

S.L.B. disse...

The horror, the horror! E eis que o erro ortográfico surge! O drama, a tragédia, o horror. Arghhhh! É o que dá estar a escrever posts a correr. Obrigado, D'Arcy. É verdade que ver os jogos do Glorioso me provoca tensões elevadas, mas neste caso tenciono mesmo vê-lo, sem muita tensão!

Pedro: já te respondi.

Vanessa disse...

bom blog! benfica sempre!

S.L.B. disse...

Vi finalmente a parte que me faltava do Nacional-Benfica. Não fugiu muito ao que tem sido habitual nos últimos jogos: primeiros 15 minutos razoáveis e depois o marasmo total até ao intervalo. No entanto, deu para ter a certeza do seguinte: temos mesmo que comprar o Miccoli. É o único avançado que temos com engodo pela baliza. Só na 1ª parte fez seis (!) remates. Para além do italiano, gostei do Manuel Fernandes e do Moretto. Todos os outros estiveram sofríveis. No início da 2ª parte, para além do golão do Miccoli aquela bola do Manduca deveria mesmo ter entrado. Depois, aconteceu o que já se sabe. Vamos lá a ver como corre hoje frente ao Setúbal. Infelizmente o Simão não vai jogar e o penalty marcado frente ao Marítimo deverá mesmo ter sido o seu último acto ao vivo na Luz com a camisola do Glorioso. Tenho pena de não o poder aplaudir mais uma vez. Quanto ao resto, o Koeman deixou de fora dos convocados o Geovanni e o Robert. Não é de espantar...

O Restaurador disse...

I Encontro de Blogues de Vila Viçosa

Dia 22 de Julho venha até Vila Viçosa conviver com os seus amigos, traga a sua família, tenha a oportunidade de se maravilhar com a beleza de Vila Viçosa, passe um dia diferente no I Encontro de Blogues de Vila Viçosa!

Divulgue também o I Encontro de Blogues de Vila Viçosa, falando do mesmo no seu blogue, criando também um link. Pode criar um link personalizado, copiando o código do selo do I Encontro de Blogues de Vila Viçosa e colando-o no seu blogue.

Poderá obter mais informações em:

http://www.encontrodeblogues.pt.vu/
http://orestaurador.googlepages.com/home
http://orestauradordaindependencia.blogspot.com/
http://empregoalentejo.blogspot.com/
http://www.tabernainconformados.blogspot.com/
http://cidadela-dos-incultos.blogspot.com/
http://abata-afefe.blogspot.com/
http://quintoimperiodigital.blogspot.com/

Já somos 12 inscritos no I Encontro de Blogues de Vila Viçosa. Porque espera? Vamos descentralizar a blogosfera! Até Julho, em Vila Viçosa!

Anónimo disse...

s.l.b.

The horror, the horror! E eis que o erro ortográfico surge! O drama, a tragédia, o horror. Arghhhh!

es ganda tone, eeheheehhe

se fosses meu amigo batia-te tds os dias por seres tone.