origem

quarta-feira, abril 05, 2006

“O importante é não perder”

A frase preferida do Trapattoni (eternamente grato pelo campeonato, eternamente grato por se ter ido embora) pode ser aplicada ao jogo de hoje à noite. Só que enquanto o Trapattoni a proferiu frente a adversários como o Belenenses, CSKA ou Estugarda, no caso deste jogo contra uma das melhores equipas do mundo ela pode e deve ser aplicada, porque nos garantirá (caso marquemos) a passagem aos quartos-de-final da Liga dos Campeões. No entanto, deveremos sempre pensar alto (como diz uma música muito em voga hoje em dia: “é esta a vantagem da ambição / podes não chegar à Lua / mas tiraste os pés do chão”) e ter a vitória em mente, porque assim teremos mais possibilidades de alcançar um resultado que nos qualifique. Temos essa vantagem sobre o Barça: para eles só um resultado interessa, para nós servem dois. E eu acredito que seja possível marcar em Camp Nou.

Só espero que o árbitro seja melhorzinho do que o da 1ª mão. Já a arbitragem do Barcelona – Chelsea foi muito caseira (e a do jogo frente ao Real Madrid, nem se fala). Eu sei que para a maioria dos adeptos de futebol (entre os quais quatro milhões de portugueses, que estarão muito mais preocupados com este jogo do que com o do próximo sábado) é preferível continuarem a ver o Ronaldinho jogar. No entanto, se assim for que seja apenas por mérito futebolístico.

Parece uma tarefa impossível, mas tal como disse no post anterior “deixem-me sonhar”. Os jornais catalães já pensam nas meias (já lá está o Milan que levou um banho de bola do Lyon, esteve todo o jogo na ronha e muito irritantemente ganhou-o aos 88 minutos! Cada vez mais detesto as equipas italianas, parece que gozam com os adversários, porque já sabem que ganham o jogo nos últimos minutos. É inacreditável!), os treinos do Barça são uma festa, todos estão relaxados e hiperconfiantes. Mas esquecem-se que it has been done before e numa situação muito semelhante. Em todo o caso, independentemente do que se vier a passar logo à noite, o orgulho manter-se-á inalterado. SEMPRE!

FORÇA BENFICA!

6 comentários:

Bem Litrado disse...

De facto, esta história das equipas italianas é profundamente irritante. Estes italianos abusam da sorte (será porque o papa está tão próximo?). No entanto, apesar de não gostar, parece-me que tal não se deve apenas a sorte. Deve-se também à vontade de vencer. Como alguém disse "a sorte procura-se". O que é preciso é correr até ao fim. É isso que o Benfica tem de fazer.
FORÇA BENFICA!!!

MAD*MAX disse...

Ja tou em estagio...
Desde o fim d'semana ke e isto: imagino jogadas,rasgo passes,marco golos,xamo pela ekipe,extrabuxo c/o koeman,punha este tirava akele,rezo com e pelo moretto!!!
Viajo pelos blog's,dou forca a malta!!!
Tenho ca 1 fe!!!
Ate ja sonhei ke este ano, era o ano da AGUIA...
O Glorioso esta comigo em todo o lado...
Espero ke o BENFICA ganhe,pelo menos a eleminatoria!
Espero ver um bom desafio d'futebol!
Espero ke nao haja "casos"!
Espero ke o meu filho d'5 anos me de 90' d'sossego!
Qualquer maneira o orgulho de ser Benfikista ficara imaculado!

Saudacoes desportivas
SLB 4EVER

Papo-seco disse...

É um orgulho imenso ser do BENFICA

:)

Trilby disse...

Em 1961 vencemo-los, hoje não vai ser diferente.

BEEEENNNNNFFFIIIICCCCAAAAA!!!!!

Pl@ka disse...

Amigo S.L.B aconteça o que acontecer e eu sou dos que acreditam firmemente na vitória na eliminatória, vamos sempre manter o nosso orgulho no Glorioso SL Benfica. ninguém no inicio da época julgou que seria possível estarmos a disputar o acesso ás meias finais em Nou Camp com o Barcelona! Amigo, continuo calmamente... a sorrir!

Abraço.

P.S. Mais uma vez, infelizmente não poderei estar presente em mais um jantar benfiquista, para que fui convidado amavelmente. A partir de amanhã estarei a organizar um congresso da CTOC em Santa Maria da Feira. O regresso acontecerá no Domingo e por isso não poderei estar presente. Isso acontecerá no próximo... de certeza!

GR1904 disse...

As equipas italianas são puramente cínicas a jogar futebol. Não tenho boas recordações delas, antes pelo contrário, recordo com muita facilidade e injustiça eliminatórias ingratamente perdidas para equipas italianas, como o AC Milan, o Parma, a Juventus e mais recentemente o Inter. Detesto-as.

Foi impressionante, mais uma vez, o apoio dado pelos benfiquistas agora em Nou Camp. Tantas vezes se ouviram alto e bom som que mais parecia que estava na Luz. Mas há uma atenuante: o ambiente do Nou Camp é uma verdadeira farsa...e os adeptos do Barça são outra.