origem

sábado, julho 31, 2010

Goleada ao Feyenoord

Vencemos os holandeses (4-1) e estamos bem lançados para conquistar o Torneio do Guadiana pela 4ª vez. Foi um jogo com duas partes bem diferentes, em que fomos para o intervalo a perder e demos a volta no 2º tempo (curioso que esta época já não é a primeira reviravolta que conseguimos).

Tendo visto mais uma vez o jogo num restaurante, com barulho e sem som da TV, pode ter-me escapado alguma coisa, mas pareceu-me que entrámos muito mal na partida, não só pelo golo sofrido logo aos 3’, numa incrível falha do Rúben Amorim, como ainda pela demora em nos recompormos desse mesmo golo. Mesmo assim, ainda atirámos uma bola ao poste pelo David Luiz e tivemos outra boa oportunidade pelo Coentrão.

Na 2ª parte, as coisas melhoraram imenso. Saíram o Aimar, Javi García, Carlos Martins e Kardec e entraram o Jara, Airton, Cardozo e Ramires. O Feyenoord baqueou fisicamente e o jogo foi todo nosso. Enviámos mais duas bolas aos postes (Cardozo e outra do David Luiz) e marcámos quatro golos (dois do Cardozo, Felipe Menezes e Rúben Amorim). Foram 45’ de encher o olho e o resultado poderia ter atingido números ainda mais expressivos. Além disso, ainda deu para ver o Roberto fazer uma defesa magnífica que evitou o 1-2 na altura. Ao 6º jogo, faz a primeira grande defesa que salva um golo, espero que seja apenas o início de muitas mais.

Individualmente, tenho que destacar o Cardozo, como é óbvio (a propósito, leiam isto também da minha autoria): um bis, uma bola ao poste e uma assistência para o golo do Amorim, tornam-no a figura da partida. E ainda marcou um dos penalties no final para o possível desempate. O David Luiz esteve imperial e ainda atirou duas bolas aos postes. O Jara mostrou-se bastante esforçado, como é seu timbre, e ainda proporcionou ao guarda-redes uma óptima defesa. Uma última palavra para o Coentrão, que hoje jogou a extremo-esquerdo durante grande parte do encontro e demonstrou que continua uma opção muito válida para aquele lugar.

Caso o Aston Villa não supere o nosso resultado frente ao Feyenoord, bastar-nos-á um empate no Domingo para conquistar mais um troféu. Mas claro que não passa pela cabeça de ninguém outra coisa que não seja mais uma vitória.

2 comentários:

bancada16 disse...

Tens ideia de como arranjar o video do porto Benfica de 2003-2004 ?

Aquele jogo em que o Ricardo Rocha é mal expulso...

Obrigado

http://benficasomosnos.blogspot.com/

S.L.B. disse...

Tenho, mas agora não posso porque estou de férias. Contacta-me daqui a uma semana.