origem

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Chateado

Vencemos o Paços de Ferreira (3-2) e continuamos a um ponto do CRAC, tendo os lagartos três pontos atrás de nós. No entanto, este jogo teve o condão de me deixar muito chateado à saída do estádio, o que raramente acontece após uma vitória. E a razão é muito simples: é INADMISSÍVEL que o Benfica chegue aos 92’ a ganhar por 3-1 e nos dois minutos finais só não tenha empatado a partida porque existe uma coisa chamada poste. Ainda por cima, tivemos por duas vezes uma vantagem de dois golos e em ambas as ocasiões exibimos desconcentrações IMPERDOÁVEIS na defesa. Foi quase um déjà vu do Benfica – Belenenses disputado no Estádio Nacional em 2003/04.

Para não fugir à regra, a 1ª parte foi para esquecer. Lentos, sem ideias, sem criar situações de golo, com excepção de uma cabeçada do Luisão à trave na sequência de um livre e posterior recarga do Aimar para grande defesa do guarda-redes Cássio. Fazer uma jogada de jeito (pela esquerda com o Aimar que depois resultou em canto) em 45’ é de uma pobreza franciscana atroz. Em relação à partida na casa do CRAC, entraram o nº 25, Carlos Martins e Cardozo para os lugares do Maxi Pereira (castigado, jogando o David Luiz no seu lugar), Yebda (com o 4º amarelo) e Suazo (com fadiga muscular). Mas toda a atitude da equipa foi muito má nos primeiros 45’. Raramente utilizámos a velocidade, o Cardozo estava marcadíssimo na frente, o Aimar manietado pelos defesas e o Carlos Martins completamente desastrado no passe. Juntando a isto um Ruben Amorim e um Katsouranis uns furos abaixo do habitual, facilmente se chega à conclusão que o Reyes não dá para tudo.

Na 2ª parte as coisas melhoraram, principalmente em termos de atitude. Fomos mais aguerridos nas disputas dos lances e começámos a empurrar o Paços para o meio-campo deles. Só que o golo não aparecia, até que o Quique fez uma substituição que virou a partida: entrou o Di María e saiu o Carlos Martins. O argentino entrou muito bem no jogo e FINALMENTE vimos o Ruben Amorim na sua posição de origem no meio-campo. A nossa exibição mudou da noite para o dia e em quatro minutos (69’ e 73’) marcámos dois golos: Cardozo (quebrou a malapata!) e Ruben Amorim (grande remate de fora da área). Só que dois minutos depois o Paços reduziu, num lance em que o Sidnei facilitou. Parece que está escrito este ano que não temos direito a ver nenhum jogo na Luz sossegados. Faltavam 15’ para terminar a partida e o Paços não mostrava capacidade para chegar com perigo à nossa baliza. No entanto, um golo de vantagem deixa-me sempre muito nervoso. Mas aos 86’ o Di María resolveu marcar o golo do campeonato: remate de primeira a 35m da baliza e bola lá dentro. Todos respirámos de alívio, só que foi precoce. Porque nos últimos dois minutos o Paços não só reduziu, num lance em que o defesa-esquerdo deles apareceu sozinho na área (onde estava o acompanhamento do Di María?!) e depois o David Luiz provocou uma falta desnecessária que resultou na tal bola ao poste. Acabámos por ter sorte no final, mas estes lances tiraram-me completamente o sabor da vitória: não podemos ficar à mercê da sorte a ganhar 3-1 aos 92’!!

A exibição colectiva não foi muito conseguida e isso reflecte-se também nas performances individuais. Gostei imenso de ver o Ruben Amorim no meio, ele que estava a fazer um jogo muito mau até aí, o Di María se jogar sempre assim (não foi só o golo) torna-se um caso sério e o Reyes é dos poucos que não tem medo de partir para o um contra um.

A vitória, ao contrário do que disse o treinador do Paços, Paulo Sérgio, é justíssima. Aliás, tenho muito pena que ninguém lhe tenha perguntado o porquê da vergonha de queimar tempo logo a partir dos 5'! Perdi a conta às vezes que um jogador deles parecia que morria em campo e lá entrava a maca. O que é que equipas destas estão a fazer na I Divisão?! Para a semana vamos ao WC e sinceramente estou confiante. Nos jogos grandes costumamo-nos superar.

P.S. – Um penalty marcado num lance muito semelhante a um do Suazo frente ao Braga que não foi nada e um 2-1 num salto ao eixo do Farias sobre o central a 4’ do fim, com os cumprimentos do Sr. Elmano Santos (o tal do Belenenses – Benfica...), assinalaram o vitória do CRAC frente ao Rio Ave. A pouca vergonha continua.

9 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Vasco Duarte Silva disse...

E por estas e por outras,que o futebol portugues esta assim. Corruptos como tu, e como muitos dos amigos da tua laia do CRAC,ainda teem o descaramento de virem para um blog isento,e muito bom por sinal. Vai mas e la po estadio do ladrão,dizer que sao "tricampeoes",porque,com o sistema que o vosso "presidente" instaurou,ate o Vizela seria tricampeao.
Se ha alguem que vai para casa com remorsos depois de resultados serem comprados,nao somos nos meu caro. Espero que consigas dormir a noite,e espero que ainda tenhas coragem de dizer a alguém que és do clube mais nojento que existe,que so em Portugal ainda esta no desporto. Triste deve ser a tua mãe,que deu a LUZ um filho que nao passa dum Adepto de um Clube Regional Corrupto. Espero que MORRAS triste, e quando voces cairem,serei o primeiro a cuspir na vossa sepultura.
P.S- E pena seres de um estatuto tao baixo,que nem assinas as nojeiras que dizes.

Anónimo disse...

De facto é triste ser de um clube corrupto que compra campeonatos no supermercado como disse e muito bem o SR Alex Fergusson. As imagens de vídeo não enganam e essas ficarão para a posteridade. Essa equipa que tem as cores das barracas de praia são assumidamente corruptos foi isso que eu ouvi pelo seu mandante,numa celebre conferencia de imprensa

Anónimo disse...

Esse cabeçudo usa palas como os burros só vê para um lado, para o crac até vale marcar golos de Contumil.
E já diz o ditado tão ladrão é aquele que rouba como o que fica a ver.

Rui Branco disse...

E eu que fui ver o jogo a luz, sair da Covilhã as 18h, para ir ver o Benfica.. ui! Valeu a pena por ter visto o golo do Di Maria! :D

djeiti disse...

Foi uma vitória importante e que, apesar de previsíveis dificuldades por o nosso presidente se ter mais uma vez insurgido contra a corrupção que há no futebol português, pelos 3 pontos, pela emoção na 2ª parte, pelas bifanas na Ti Rosa e pelos golaços, fez valer a pena ter ido ao estádio no dia em que tantos como eu conseguiram convencer um companhia para ir ao estádio.
Força Benfica, vence por nós!
Nós só queremos o Benfica campeão!
PS – Pra semana (Sábado) é o derby no wc do alvalixo contra a porcaria dos queques rastejantes do lumiar que têm camisolas iguais às barracas da praia da nazaré…ai os nervos que já me estão a dar…

S.L.B. disse...

Caros benfiquistas: não vale a pena responder a tristes sujeitos que não têm mais nada para fazer na vida do que virem para blogs de clubes rivais ofenderem quem escreve. Sente-se muito ofendido por eu dizer CRAC, mas não percebo porquê: é de um clube regional (o próprio presidente deles está sempre a falar do Norte vs. Sul) e é assumidamente corrupto (recorreram da punição do CD da Liga? I rest my case...).

Anónimo disse...

Os árbitros só cumprem as determinações do sistema.
Este video faz uma paródia desse podre clube:
http://www.youtube.com/watch?v=yQFjW2wgCnM

planetaportugal disse...

Caros Amigos

Com o crescimento, que temos tido nos últimos meses no SL Benfica PlanetaPortugal torna-se necessário fazer um reforço significativo da nossa equipa de Moderadores.

Assim abrimos a partir de hoje um concurso para Moderadores para o SL Benfica PlanetaPortugal.

Requisitos:

* Ser Benfiquista
* Bom senso
* Saber se expressar de forma clara e objectiva
* Disponibilidade regular

Preferência:

* Mais que 16 anos
* Mais de 3 meses de fórum e uma boa conduta

Responsabilidade:

* Moderação do Fórum
* Participação nos conteúdos do Portal

Vamos adicionar à equipa 5 Moderadores.

Para se candidatar a Moderador do SL Benfica PlanetaPortugal deverá registar-se e enviar uma mensagem para o Moderador dizendo a sua idade e disponibilidade.

Mais uma vez agradecemos o apoio que todos os nossos Companheiros de tantos Blogues do Benfica nos têm dado.