origem

quinta-feira, junho 16, 2005

Fernando Chalana

Afinal, sempre vai haver um adjunto português na equipa técnica! E alguém que tem os requisitos essenciais, ou seja, é benfiquista, tem carisma e conhece bem o nosso clube. Deve ter sido o Koeman que não quis que o Álvaro continuasse, por estar conotado com o treinador anterior. É uma atitude legítima, mas continuo a achar que se deveria ter tratado do caso do Álvaro de outra maneira, menos em cima do começo da nova época. No entanto, o fundamental era ter alguém na equipa técnica que conhecesse o futebol português e era com apreensão que ia lendo que ela seria constituída apenas por holandeses. Felizmente, foi só mais uma daquelas notícias para encher jornais no defeso.

Estou obviamente contente por esse grande ex-jogador voltar novamente ao Benfica. Pode ser que descubra outro Miguel! Bem vindo, Chalana!

2 comentários:

BP disse...

Caro S.L.B.
Desculpa lá pah, mas desta x vou ter k discordar... O q se passa é k o chalana vai ser o nº3 do Koeman e o Álvaro n quis descer na hierarquia, dado k era o 2 do trap... Daí ter escolhido sair. É como dizia o alvaro... assim n ia pisar a relva... ele n disse k não contavam c ele... n aceitou foi a função designada... De kker das formas fikei feliz pela forma como saiu... bem dift do outro lado da 2ª circular...lol:P
Abraços e saudações gloriosas!
BP

S.L.B. disse...

Caro BP,

É certo que o Álvaro disse que não ia pisar a relva, mas também disse que o Koeman só queria holandeses na equipa. Por isso é que ele não ficava (pelo menos, foi o que deu a entender). E afinal sempre vai haver portugueses na equipa técnica. Há algo que não bate certo no "diz que disse".

Mas não houve ressentimentos, o que é o mais importante. Estamos de acordo, esta saída foi bem melhor do que as do outro lado da 2ª circular. Mas também há que ter em conta a diferença entre os clubes... :-)