origem

segunda-feira, outubro 07, 2013

Suado

Regressámos às vitórias na Amoreira (2-1) frente a uma excelente equipa do Estoril. Foi uma partida muito complicada, em que a vitória acaba por ser justa e onde a exibição melhorou ligeiramente face a jogos anteriores (o que, convenhamos, também não era nada difícil…).

Entrámos praticamente a ganhar com um excelente cruzamento do Gaitán e uma cabeçada do Lima só com o guarda-redes pela frente logo aos 10’. O Estoril reagiu e nós tivemos que cerrar linhas na defesa, não criando muitas mais oportunidades até ao intervalo. Um livre perigoso do Rodrigo (a única coisa de jeito que fez no jogo todo) ainda deu a sensação de golo e mesmo em cima dos 45’ o árbitro, Sr. Manuel Mota, assinalou penalty a nosso favor por mão na área. No estádio, viu-se perfeitamente a bola, cabeceada por um defesa do Estoril, a bater na mão de um colega, mas não deu para perceber se tinha sido casual ou não. Revisto o lance na TV, não acho que tenha sido penalty, porque o lance foi à queima e o jogador que toca na bola com a mão está igualmente a saltar (tal como o colega) e até de olhos fechados. Mas, com a quantidade enorme (pelo menos, quatro!) penalties que já nos foram escamoteados este ano, serve como parca compensação. Quer dizer, não serviu de nada, porque o Lima permitiu a defesa do guarda-redes…

As características do jogo não se alteraram no início da 2ª parte, até que o Jesus lá resolveu que chegava de jogar com 10 e fez entrar o Cardozo para o lugar do Rodrigo. Uns minutos antes, tínhamos ficado a alinhar em superioridade numérica, porque o árbitro recheou as duas equipas de amarelos e a consequência era previsível. O Enzo Pérez falhou o remate numa boa jogada e, logo a seguir, aos 71’, aquele jogador que “é lento, não corre, só tem pé esquerdo e só sabe marcar golos” marcou o melhor golo do campeonato até agora, num remate de primeira (com o pé direito!) depois de um cruzamento do Maxi Pereira e sem deixar a bola cair no chão! F.a.b.u.l.o.s.o! Infelizmente logo na jogada a seguir, o Luisão ficou a dormir num canto e o Balboa reduziu para 1-2. Mas o Cardozo não desarmava e assistiu o Lima na perfeição (quando até poderia ter tentado o remate), só que este, apenas com o guarda-redes pela frente, conseguiu tentar desviar tanto a bola que ela acabou por sair ao lado! Falhanço inacreditável! Até final, ainda deu para o Maxi levar também o segundo amarelo (claro!) e para uma grande oportunidade do Estoril já na compensação, em que o Ruben Amorim fez um corte providencial e a recarga acabou nas malhas superiores.

Apesar de ter jogado só 30’, o nosso melhor jogador foi o Cardozo. Ponto Final. Não só pelo golo que marcou, como pela assistência ao Lima e pela sua entrada ter permitido que passássemos a conseguir segurar a bola no ataque, e a ganhar lances de cabeça. Foi absolutamente decisivo e já vai na terceira jornada seguida a marcar. É o maior! Bom jogo igualmente do Enzo Pérez e, a espaços, do Gaitán. O Lima continua fora de forma: é certo que marcou, mas falhou um penalty e o outro lance que ainda foi pior. O Rodrigo, esse, continua fora de forma desde Fevereiro de 2011… O Matic precisava de rever alguns jogos do ano passado, para se lembrar de como jogava.

Não foi uma exibição brilhante (longe disso!), mas também não acho que estivéssemos tão mal quanto alguns comentários que ouvi. Há que não esquecer que o Estoril é uma das melhores equipas do campeonato e, por alguma razão, já não perdia em casa há bastantes meses. Vamos agora descansar para as selecções e ver se recuperamos algumas das lesões musculares (neste jogo foi o Markovic e o Sulejmani, que nem chegou a ser convocado).

1 comentário:

Gonçalo D. S. disse...

Olá amigos gloriosos.

Escrevo este comentário de maneira a informar que o Escolta Vermelha mudou de endereço e para Wordpress.

Neste momento encontra-se em http://www.escoltavermelha.net

Assim sendo, agradeço que se puderem actualizem o link na vossa blogroll, e, se ainda não nos tiverem lá, adicionem que a simpatia será retribuida.

Um abraço benfiquista e obrigado!

Gonçalo (www.escoltavermelha.net)