origem

sábado, outubro 19, 2013

Cinfães

Um misto de segundas linhas reforçadas com elementos da equipa B derrotou os amadores do Cinfães por 1-0 na 3ª eliminatória da Taça de Portugal. O Ola John marcou o golo aos 52’ depois de um bom cruzamento do Ivan Cavaleiro. Tirando o resultado, não há muito mais de positivo a tirar deste jogo.

O Sr. Rui Gomes Costa ainda conseguiu anular um golo ao Steven Vitória na 1ª parte, por pretensa falta sobre um defesa na sequência de um canto. Curiosamente, o mesmo Sr. Rui Gomes Costa que não viu um empurrão descarado do Jackson Martinez no lance que deu o golo da vitória do CRAC frente ao Paços de Ferreira. Não se pode dizer que o critério não seja uniforme. E não estou a ser irónico.

Estes jogos dão sempre para ver qual é o verdadeiro grau de motivação dos jogadores e não se pode dizer que a maioria tenha passado com distinção. Foi pena que o Ivan Cavaleiro não tenha conseguido marcar nas duas vezes em que esteve isolado frente ao guarda-redes, mas o miúdo não engana: temos ali jogador. À semelhança do Jesus, também não desgostei do Funes Mori, embora tenha falhado duas ou três bolas daquelas “só de encostar” (daquelas que, quando é o Cardozo a marcar, muita gente desvaloriza por ser fácil demais…) e o Oblak pareceu-me seguro. O Ola John marcou o golo, mas esteve muito irregular. O Djuricic, Cortez e Sílvio (este vindo de lesão) fizeram um jogo horrível e o Ruben Amorim também não esteve nada bem.

É bom que a conquista da Taça de Portugal seja um objectivo para esta época, porque o que aconteceu no ano passado ainda está fresco demais na nossa memória e precisa de ser apagado rapidamente.

1 comentário:

Bernardo José Alcoforado Barreira disse...

lindeöf cumpriu bem, gostei do rapaz. Boa solução para suplente do Fejsa caso matic saia em Janeiro