origem

segunda-feira, março 14, 2011

Reformado?! Velho?!

Empatámos com o Portimonense (1-1) num jogo em que o Jesus só fez alinhar o Aimar da equipa titular. Finalmente decidimos que o importante é a Liga Europa e não o campeonato que tão bem nos foi roubado. Mesmo assim, considero que os jogadores que alinharam tinham obrigação de fazer muito melhor e que houve alguns que fizeram exibições abaixo de zero.

Não em apetece falar muito sobre a partida e também acho que não há muito que falar. O Portimonense chegou à vantagem de penalty aos 28’ depois de um ENORME disparate de Roderick, que colocou a mão na bola quando esta estava já a sair da área. Antes disso, e apesar de ter um forte pendor defensivo, os algarvios já tinham atirado uma bola à barra e na 2ª parte atiraram outra ao poste. Com algumas unidades em sub-rendimento, nós só melhorámos depois do intervalo, com as entradas do Salvio e Gaitán (mais este), e especialmente a partir dos 69’ quando o Nuno Gomes FINALMENTE entrou em campo. Inevitavelmente foi ele a marcar o golo do empate aos 78’, mas não conseguimos ir mais além. SIM, estou perfeitamente convicto que caso o nº 21 tivesse entrado de início teríamos ganho o encontro!

O Jesus fez o que tinha a fazer nesta partida e é claro que estou de acordo com o facto de ele ter poupado quase todos os titulares. Gostei da titularidade ao Moreira (julgo que o Júlio César será o segundo guarda-redes, mas como na meia-final da Taça da Liga tinha jogado o Roberto, ainda bem que o Moreira foi agora compensado), que teve uma intervenção decisiva com os pés na 2ª parte, mas na 1ª ficou a ver a bola ir à barra quando eu acho que se deveria ter lançado. O Carole estreou-se pelo Benfica e mostrou bom toque de bola. Saiu ao intervalo, porque estávamos a perder. Os centrais (Jardel e Roderick) não estiveram mal, mas não sei o que terá passado pela cabeça do miúdo para fazer um penalty tão idiota… O Luís Filipe e o César Peixoto esforçaram-se dentro das limitações que lhes são reconhecidas, mas estiveram longe de ser os piores. O Airton foi importante para recuperar algumas bolas, é sempre um prazer ver a classe em movimento quando o Aimar está em campo e o Jara foi o lutador do costume. O Salvio veio dar velocidade, mas ainda não recuperou a forma que tinha antes da pequena lesão, e o Gaitán melhorou muito quando passou para o meio com a saída do Aimar.

Deixo para o fim o comentário a três jogadores e a razão do título do post. Repetindo inevitavelmente algumas das coisas que já disse aqui, por muitas voltas que dê à cabeça, não percebo o que é que o Jesus tem contra o Nuno Gomes… Especialmente, quando dá a titularidade a duas nulidades como o Kardec e o Felipe Menezes. Eu até gosto do ponta-de-lança, mas ele está numa forma péssima desde que o Cardozo voltou da lesão em fins de Novembro. Já nos jogos da Taça da Liga em Janeiro tinha sido dos piores da equipa e o Jesus continua a insistir nele. O mesmo com o Felipe Menezes que não evoluiu NADA desde que chegou ao Benfica no início da época passada. Aliás, eu gostaria muito que o Jesus me explicasse o que é que ele tem a mais que o Urreta, mas isso são outras contas… Ora bem, posto isto: como é que o Nuno Gomes não é titular contra o último classificado do campeonato, ele que tem agora três golos e duas assistências em 77 minutos de competição no total, é algo que eu gostaria muito de perceber. Colocado de outra forma: o que é que o homem tem que fazer mais para ser merecedor de mais oportunidades? Marcar golos e fazer assistências a partir do banco ou da bancada?!

Desde os tempos do Eriksson no início dos anos 80 que eu não via o Benfica a jogar tão bem e isso irei agradecer sempre ao Jesus, mas NUNCA lhe perdoarei o ostracismo a que vota alguém que não só é o capitão da equipa e um jogador com 11(!) anos de Benfica, mas principalmente apresenta RENDIMENTO cada vez que está em campo. O Nuno Gomes não merecia este tipo de tratamento e só um Senhor como ele (oiçam-no na flash-interview…) é que não se rebela perante esta injustiça. Sim, Nuno, estás vivo e bem vivo!

P.S. – Espero que os titulares tenham descansado bem, porque na próxima 5ª feira teremos o jogo mais importante da época até agora.

6 comentários:

tiagovelho_25 disse...

Já falaram com o Howard King?

Coluna D'Águias Gloriosas disse...

o Jorge Jesus fez mais pelo Benfica em 12 meses que o Nuno Gomes em 12 anos !

Jota disse...

Menezes é ridículo e Kardec foi uma completa nulidade.

Completamente de acordo acerca de Nuno Gomes. Não se entende como é que nem numa equipa como aquela o 21 não é titular.

Anónimo disse...

Reduzir a discussão sobre a vergonha do que aconteceu ontem à titularidade - mais do que justificada, do meu ponto de vista... - do Nuno Gomes, é prestar um mau serviço ao Benfica.
Muito honestamente...

hla disse...

Tenho de concordar com tudo excepto com a opinião sobre o Nuno Gomes.

O Nuno Gomes rende o que tem rendido precisamente porque só joga o que tem jogado.
Ninguém no seu perfeito juízo pode pensar que o Nuno Gomes, se começar a jogar 90 minutos por jogo, vai render 3 golos e 2 assistências a cada 77!

Eu gosto muito do Nuno e acho que o devem preservar para que ele cá continue por muitos anos, numa função em que seja útil. Exactamente por isso, acho que isto é precisamente o que ele precisa: que as pessoas o recordem como grande jogador que foi, e que acabe a carreira saindo pela porta grande!

Quer queiramos quer não, por muito que o Nuno Gomes tenha sido um excelente jogador, não é um Rui Costa. Não vai render o que o Rui Costa rendeu até ao fim. E, sendo assim, prefiro que ele jogue pouco mas bem e até deixe saudades do que andar a arrastar-se penosamente e acabe por sair por já ninguém o querer lá.

Para finalizar, o homem está, digamos, forte. Ele que não me leve a mal, mas duvido que aguente um jogo inteiro! Eu sei que o facto de não jogar nunca em nada ajuda, mas a verdade é que aos dois titulares ninguém tira o lugar (e o Jara já justifica ser a terceira opção), por isso oportunidades para ganhar ritmo ele já não tem.

Vamos acarinhá-lo e aproveitar enquanto ele cá está, mas não sejamos ingénuos: é melhor que ele jogue pouco e bem do que muito e mal.

E, se eu fosse a ele, deixava-me estar no Glorioso na próxima época, mesmo que isso signifique acabar a carreira. Se ele sai, não o estou a ver a voltar, e assim se perde um bom Benfiquista.

Anónimo disse...

Se bem percebi, o que o SLB disse acerca do Nuno Gomes é que ele merecia mais oportunidades e que deveria ser titular contra o último classificado. Não percebo também o Jesus quando continua a apostar no frangueiro. Ou talvez perceba, pois tem de rendibilizar os 8,5 milhões de euros.
Se há quem se esqueça dos primeiros jogos do campeonato, em que perdemos por culpa do espanhol, eu não me esqueço.
Moreira a titular já e não somente no início da próxima época, quando o n. 12 fôr (finalmente) vendido (creio que só lá está para não perdermos tudo).
tarirar