origem

domingo, setembro 26, 2010

Menos cinco anos de vida…

Graças a um inacreditável desperdício só ganhámos 1-0 ao Marítimo na Madeira num resultado que não espelha nada o que se passou em campo. Foi a partida em que criámos mais oportunidades de golos, algumas delas de baliza aberta, e em que acabámos por sofrer um pouco no final sem necessidade nenhuma. O Marítimo não criou assim tanto perigo como isso, mas com a vantagem mínima no marcador ficámos sempre à mercê de um qualquer lance fortuito do adversário que igualasse o jogo. Seria uma injustiça tremenda e felizmente que isso não aconteceu.

Não entrámos tão fortes como é habitual, mas tivemos sempre o controlo da partida. O festival de desperdício na 1ª parte foi interpretado pelo Saviola (2x) e Gaitán. Ambos estiveram face-a-face com o guarda-redes, mas não conseguiram concretizar. Do lado contrário, o Roberto esteve muito bem ao impedir o golo do Marítimo numa defesa por instinto com o pé. Com o Aimar e o Rúben Amorim lesionados, foi o Gaitán a jogar pelo lado direito e o Carlos Martins no meio. O argentino confirmou que é bom jogador, mas precisa urgentemente de treinar os remates à baliza. O Fábio Coentrão a jogar novamente a extremo era o que mais velocidade imprimia ao nosso jogo. Claro que para chegarmos ao intervalo a zero muito contribuiu mais um ROUBO monumental, desta vez perpetrado pelo Sr. João Capela: o Saviola foi derrubado na área por dois adversários em carrinho(!) e penalty nem vê-lo.

Na 2ª parte, a tendência do jogo não só se manteve como se intensificou ainda mais. Continuámos a falhar golos como se não houvesse amanhã e pelo mais improvável dos jogadores: o Cardozo. Quem critica o paraguaio por não correr, não tabelar e não saber jogar de cabeça (tudo mentira, mas enfim) deve ter achado que ele fez um bom jogo. Tudo o que não foi rematar à baliza fez geralmente bem. Só que para mim, que acho que a função dele é meter a bola na baliza, o paraguaio deve ter feito a pior exibição com a nossa camisola. Falhou três golos feitos, dois só com o guarda-redes pela frente e um literalmente de baliza aberta. Posso agradecer principalmente a ele o facto de ir viver menos cinco anos… Aos 58’ marcámos finalmente o merecidíssimo golo, num bom remate cruzado do Fábio Coentrão. Atingíamos a vantagem no marcador, mas nessa altura já deveríamos ter um resultado igual ao do ano passado. Até final, o Roberto ainda voltou a fazer outra boa defesa num remate de longe e os nossos jogadores a falhar oportunidades de golo. Conseguimos o mais importante, sem dúvida, mas com um sofrimento absolutamente desnecessário.

Em termos individuais, o melhor em campo foi o Fábio Coentrão. O golo da vitória e uma série de arrancadas pela esquerda fazem dele a melhor opção para o lugar do Di María nos jogos fora. Como o César Peixoto tem cumprido na defesa, não há razões para mudar neste momento. Mas em casa e perante adversários mais fracos, eu recuaria o Coentrão para lateral. O Carlos Martins também continua em boa forma e conseguiu substituir bem o Aimar. Destaque igualmente para o Roberto, que está nitidamente a subir de forma. Continuo a achar que nunca conseguirá valer o dinheirão que pagámos por ele, mas estou bastante contente, como é óbvio, por se revelar um guarda-redes mais seguro. O Luisão não sabe jogar mal e dos que fizeram um jogo menos bom saliento o Cardozo e o Maxi Pereira, que teve muito trabalho com o Djalma e deve bem ter sentido a falta do Amorim. Quanto aos substitutos, o Salvio mostrou pormenores muito interessantes, o Jara tem que treinar o domínio da bola e o Airton deveria ter entrado mais cedo.

Terceira vitória seguida sem golos sofridos é sinal inequívoco que estamos a subir. Na próxima 4ª feira, vamos visitar o Schalke 04 e, se ganharmos, damos um passo muito importante quanto à qualificação para os oitavos da Champions. Mas fundamental mesmo é ganhar ao Braga no Domingo. Não podemos perder mais pontos.

3 comentários:

VHugo disse...

Acho que finalmente Roberto pegou de estaca!

www.forcamagicoslb.blogspot.com

jornal.gloriosasfera.com disse...

Este artigo foi considerado Artigo do Dia 26/09/10 no Jornal da Gloriosasfera.

Saudações Gloriosas
jornal.gloriosasfera.com

S.L.B. disse...

Obrigado, Jornal. Abraço.