origem

quinta-feira, abril 16, 2009

Thank You!



Nunca tinham perdido um jogo em casa frente a adversários ingleses? Pois, há sempre uma 1ª vez para tudo... Bye, bye!

9 comentários:

Leão Eça Cana disse...

quando vi que o penteado do árbitro não se segurava com gel percebi logo que desta vez dificilmente aquela equipa de encarnado não sairia de lá com a vitória nos calções


(vá-se lá a saber pq, és o único com quem me apetece partilhar a "mesquinez" de ficar extremamente satisfeito com derrota dos que nem deviam ter jogado. é uma satisfação do tamanho da distância que a bola percorreu até entrar na baliza ;))

um abraço

João Bizarro disse...

Os rapazes até já fazem cachecóis de ódio ao Platini!

Festejei o golo destes vermelhos como se fosse um golo dos nossos vermelhos!!!

Anónimo disse...

pela primeira vez em muito tempo gostei de festejar um golo do ronaldo num estádio português.

C'MON YOU REDS!!!

Anónimo disse...

É engraçado ver, por uma vez que seja, os benfiquistas felizes com alguma coisa. Já que de dentro as razões para felicidade não abundam (diria que são mesmo impossíveis em face à mediocridade reinante), ao menos que se contentem com as derrotas alheias. Não reprovo a atitude, até porque no campo inimigo o sentimento é semelhante face aos insucessos encarnados, mas com uma pequena diferença: neste caso, a alegria é proveniente acima de tudo de um sentimento de alívio face ao perigo real do FCP conquistar mais um título europeu e cimentar mais ainda a já sua hegemonia no que toca a títulos internacionais. A aventura europeia portista acabou este ano, é certo, mas com a certeza e a alegria que para o ano lá estaremos novamente a lutar com a dignidade e a força com que o fizemos este ano. Quem mais pode dizer o mesmo?

PS - Boa sorte no assalto ao 2º lugar! E cuidado com o Nacional da Madeira...

David "Jericho" Pereira disse...

Boas, vim por este meio pedir-vos para que adicionassem o meu blog de futebol aos vossos links sff

http://portal-futebol.blogspot.com/

O nome do blog é Portal Futebol


Depois quando adicionarem comuniquem-no no nosso blog para que nós também vos adicionemos

Saudações!

Rui Branco disse...

Que grande golo!!!

PPA disse...

Não nutro preferência entre o SLB e o FCP; mas uma coisa sei,
ambos ganharam 2 Taças dos Campeões, mas as 2 do FCP (estão claramente atravessadas como espinhas na garganta dos Portistas por terem sido 2 das 3 Taças ATÍPICAS da história das competições Europeias (as 2 do FCP e a do Steaua).

Na 1ª é preciso começar por dizer que foi no periodo de 5 anos em que os INGLESES não jogaram, o que desde logo como maior potência e que vinha ganhando quase sempre tirou valor à competição.
Depois uma sorte impressionante nos sorteios levou o FCP à final com jogos contra os "colossos" Brondby e Dinamo Kiev.
Na final perante o poderoso Bayern, e por ser a 1ª vez que uma equipa pequena atingia uma final da Taça dos Campeões, o favoritismo era para "todo o mundo "de 99%; de tal modo que o jogo foi (mal) encarado pelo Bayern com facilistismo.
Com calma, o Bayern naturalmente chegou ao 1-0 e foi controlando.
Estava instalada uma mentalidade no jogo, onde nem passava pela cabeça de ninguém que o Bayern não ganhasse e o jogo ia caminhando para o final.
O próprio árbitro pensava na mesma, que era limpinho para os Alemães, e por isso perduou 2 expulsões claras a entradas assassínas de Frasco e Jaime Magalhães. Vejam as imagens!
Só que existiam 2 excelentes magos da bola: Futre e Madjer, que partiram os rins aos Alemães e viraram o jogo perto do final, um dos quais com um calcanhar de piço que só aconteceu 1 vez na vida do jogador.

Na 2ª já liga dos campeões, o FCP pode reunir uma forte equipa à custa dos milhões amealhados ao longo de mais de 20 anos de presenças na Europa à custa de um sistema badalhoco em Portual que quase sempre lhe dava os campeonatos de mão beijada.
Depois gozou de um ano vergonhoso em Portugal com uma perseguição das arbitragens ao Sporting de Fernando Santos que lhes permitiu passear no campeonato e receber árbitros em casa para poderem jogar com Amadoras e Beira-Mares a rodar equipas.
Mais ninguém na Liga dos Campeões o pode fazer, claro.
Até um jogo com os amigos da Madeira foi adiado 3 semanas para os meninos descansarem!!!

Era uma equipa com nível para ir até aos quartos de final (e ficar naturalmente por ali).
Lá chegou aos quartos de final, onde apanhou o Manchester e por milagre teve a arbitragem do seu lado que invalidou mal o 2-0 ao Manchester que acabava com o jogo.
Com uma sorte dos diabos tiveram um livre no fim do jogo e o GR em vez de defender ou sacudir para canto, sacudiu para a cabeça de Costinha.
o FCP passou espantosamente pelo Manchester.
Depois a mais incrível combinação de resultados da história das competições europeias, afastou as equipas fortes da prova e apareceram ao FCP os "colossos" Corunha e Monaco.
E até nisso tiveram sorte nos jogos todos.
Após um empate a zéro em casa a eliminatória parecia mais fácil para o Corunha, mas uma brincadeira entre dois amigos (Deco e Jorge Andrade) foi mal entendida pelo árbitro LOL, e o FCP acabou por ficar a jogar contra 10, sem o melhor defesa deles. Venceram 0-1 na Corunha.

Na final, o "colosso" Mónaco até teve a 1ª oportunidade, mas logo nos minutos iniciais perdeu a sua estrela por lesão (Giuli).

PORTANTO, A MAIOR DOR É NÃO TEREM GANHO COMO O BENFICA, 2 Finais ao Barcelona e ao Real Madrid, e ainda por cima consecutivas.
O Benfica pode orgulhar-se de talvez ter sido a melhor equipa do mundo nesses 2 anos; enquanto que as Taças do Porto, sabemos perfeitamente que são vistas pelos grandes clubes da Europa (que são cerca de 10: Juventus, Milan, Inter, Real Madrid, Barcelona, Bayern,Liverpool, Manchester, Arsenal e Chelsea) como acidentes de percurso, como vitórias de um outsider.

Este ano um empate com o Manchester em condições especiais (equipa sem descansar, com Chineses, etc) deu-lhes uma tesão tão grande que já se ouvia nas tascas que esta equipa era melhor que a de Mourinho, que Jesualdo era melhor que Mourinho, que a final de Roma era já ali, que já estavam a juntar dinheiro para o bilhete da final; que o FCP devia sair do campeonato Português porque não tem nível para eles... deviam jogar em Espanha, era já só "venha o Barça", etc, etc.
(Estamos a ver LOL; é por isso que o Olegário tem que ir a Coimbra dar-lhes os 3 pontos; LOL)

Esqueceram-se que faltava o 2º jogo e naturalmete perderam.
Depois ainda se esqueceram que ia aparecer um Arsenal, um Chelsea ou um Barcelona e eram mais 3 jogos.

O Hulk era o futuro melhor jogador do mundo... depois foi o que se viu!
Completamente um zero em campo!

Tudo isto para terminar dizendo que a AZIA continua a ser muito grande... pela inveja de vencer uma taça dos campeões a uma equipa mesmo importante, como o Benfica com ou sem Salazar e Eusébio conseguiu.

Bem sei que o meu Sporting nunca fez nada de importante na Taça dos Campeões; pois ela ainda não existia na altura em que teriamos potencial para ser uma das melhores equipas do mundo; o que não invalida que se possa analisar a verdade dos factos; consciente que o Sporting foi lá poucas vezes porque não o deixaram dentro de Portugal.

Nota: apesar de pelo texto poder parecer, não pensem que quando o FCP joga na Europa perco tempo a torcer contra eles.
Simplemente não o faço porque não dou qualquer valor aos títulos ganhos por esse clube no SISTEMA montado em Portugal desde o final dos anos 70 até hoje; e como conheço bem como as coisas que por cá se passam, para mim os títulos deles valem ZERO.
Estão completamente ensombrados.
Assim sendo NUNCA deviam ter participado em Taça Europeia nenhuma.
Para mim é uma equipa que à partida está sempre inquinada, pela corja e escumalha que a rodeia.

Rui Branco disse...

PPA, FANTÁSTICO! :-)

MikeSLB4Ever disse...

Excelente post, PPA!
Mais ainda por seres sportinguista, mas (ao contrário da maioria deles, que tanto ódio nos têm que lhes tolhe o raciocínio - de tal forma que preferem fazer "aliançazinhas" com os corruptos lá de cima... com os resultados que se conhecem...) pelo menos quanto ao tema em questão (as 2 TCE deles), vês as coisas precisamente como elas são.
Poucos sabem quem são os jogadores tretacampeões, enquanto que qualquer um que perceba e goste de futebol, independentemente da sua filiação clubística, se lembra dum Damas, dum Manuel Fernandes ou dum Jordão.
As derrotas tripeiras só dão alegria simplesmente porque é a prova inequívoca de que - pelo menos de vez em quando - nem sempre o mal vence...