origem

segunda-feira, janeiro 25, 2010

Agri-doce

Vencemos em Vila do Conde (2-1) e qualificámo-nos para as meias-finais da Taça da Liga. Só que, por apenas um golo de diferença, fomos o pior dos primeiros classificados, pelo que iremos disputar o acesso à final em Alvalade ou no Dragão. E daí o título deste post, porque bastava que um dos dois(!) remates consecutivos do Alan Kardec ao poste aos 85’ tivesse entrado, para termos a vantagem de ter essa partida em casa.

Entrámos em campo praticamente com a equipa titular (excepção ao Moreira, Fábio Coentrão e Carlos Martins) pelo que o nosso objectivo era bem claro. Precisávamos da vitória para nos qualificarmos, mas o Rio Ave é uma equipa muito difícil em casa. Não entrámos bem no encontro, embora o adversário não tivesse criado grande perigo, um pouco à semelhança da Madeira na semana passada. A partir dos 10’ equilibrámos, mas não houve grandes oportunidades de golo no 1º tempo.

Na 2ª parte, e tal como aconteceu na partida do campeonato, marcámos cedo. Aos 48’, o Cardozo assistiu o Carlos Martins e este, com um remate forte e colocado, inaugurou o marcador. O mais difícil estava feito, mas o Sr. Cosme Machado resolveu equilibrar as coisas ao assinalar penalty num corte limpo do David Luiz aos 53’. Imerecidamente, o Rio Ave empatou a partida. A partir daqui, fomos para cima do adversário, que tentava o contra-ataque e só teve mais uma situação de perigo até final, que o Moreira defendeu bem. Quanto a nós, não fossem alguns últimos passes mal feitos teríamos marcado mais cedo. Acabámos por fazê-lo aos 75’, quando o Cardozo fez nova assistência, desta feita para o Di María que isolado não falhou. Entretanto, já tinha entrado o Alan Kardec que fez assim a sua estreia oficial com a nossa camisola. Até final continuámos a pressionar, mas não percebi a substituição aos 92’ do Cardozo pelo Éder Luís. Parecia que estávamos a perder tempo quando precisávamos de mais um golo para termos vantagem sobre o CRAC. Claro está que as tais duas bolas ao poste do Kardec poderiam ter-nos dado essa vantagem, mas a sorte virou-nos as costas.

Individualmente gostei do Di María, que até acabou por marcar o golo decisivo, e do Cardozo, que está um belo assistente agora que está numa fase de menor fulgor em relação aos golos. O Carlos Martins marcou um bom golo e, apesar de alguns disparates, esteve razoável. O Coentrão também voltou a fazer um bom jogo a defesa-esquerdo. Quanto ao Moreira, que terei muita pena se sair do Benfica no final da época, teve algumas falhas naturais em quem não tem ritmo de jogo, mas nada de comprometedor. O Kardec teve algumas boas intervenções e vamos ver como se irá adaptar.

Estando nas meias-finais, o objectivo é claro: chegar ao jogo decisivo. O problema é que teremos de ir ganhar a casa de um dos dois rivais. Mal por mal, prefiro obviamente uma ida a Alvalade. Aquele empate no campeonato ainda me está atravessado…

P.S. – Espero que se assista a duas enchentes no Estádio da Luz esta semana. Logo à noite no Jogo contra a Pobreza e no sábado na recepção ao V. Guimarães. A ajuda ao Haiti e a oportunidade de rever velhas glórias como o Humberto, Néné e Magnusson a vestir a camisola do Glorioso, já para não falar no Maestro e na possibilidade de voltarmos a gritar pelo Miccoli, são motivos mais que suficientes. E no próximo fim-de-semana há que dar continuidade à onda vermelha. Depois de aumentarmos a vantagem frente ao CRAC na semana passada, todos seremos poucos para ajudar a equipa a vencer a besta negra dos últimos tempos na Luz.

4 comentários:

Anónimo disse...

Com a agremiação do lumiar jogaremos sempre no alvalixo, com a crac sim jogariamos na catedral se 1 dos 2 postes de kardec fossem redes e com a Académica jogaremos na Luz. Acho que tb foste enganado por aquele cumentador azelha hehehe :)
Saudações benfiquistas

J G disse...

Ao contrário do que andam por aí a (des)informar o sorteio das meias finais da Taça da Liga não é assim tão condicionado.
A única coisa certa é que o Sporting joga em casa. De resto tudo é possível.O Benfica pode defrontar Académica, Sporting ou Corruptos.
Jogará em casa se calhar a Briosa, jogará fora se for algum dos outros clubes.

São apuradas as 3 equipas que, após a realização das 3 jornadas, ocupem o 1.º lugar no grupo e a equipa que ocupe o 2.º lugar com a melhor pontuação.
Meias-Finais:
As meias-finais são disputadas a uma mão entre os 4 Clubes apurados na fase anterior.
É efectuado um sorteio pela Liga PFP para alinhamento das equipas.
Os critérios para determinar quem joga na qualidade de Clube visitado são os seguintes:
1.º Melhor lugar e pontuação obtidos na 3.ª Fase;
2.º Maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos na 3.ª Fase;
3.º Maior número de golos marcados na 3.ª Fase;
4.º Média etária mais baixa de jogadores utilizados nos jogos da 3.ª Fase.

http://redpass.blogspot.com/

S.L.B. disse...

Eu também ouvi essa de que só é certo que os lagartos joguem em casa e a Académica fora, mas sinceramente não vejo só isso nos regulamentos: entre os vencedores dos grupos, no critério 2) perdemos para o CRAC, eles têm 3 golos de diferença e nós dois...

A não ser que esses critérios só se apliquem a um clube (o melhor classificado em todos os grupos), o que francamente me parece idiota. Porque isso deveria vir bem explicado, até porque no ano passado não foi assim. Mais uma vez são regulamentos muito confusos.

Rui Branco disse...

Não vai uma análise ao jogo All Stars?? :-)