origem

segunda-feira, novembro 24, 2008

Velocidade de cruzeiro

Vencemos em Coimbra (2-0) e mantivemos o 2º lugar a um ponto do Leixões que ganhou igualmente em Vila do Conde. Se calhar, até nem é mau haver esta lebre dos matosinhenses que sempre desvia um pouco as atenções e permite-nos estar mais tranquilos. Foi uma vitória justíssima num jogo teoricamente difícil já que o adversário não perdia em casa há quase um ano, ou seja, desde que lá jogámos pela última vez.

Quando soube a constituição da equipa (várias alterações, com o David Luiz a defesa-esquerdo, o Binya no meio-campo e o Cardozo no ataque, já para não falar dos regressos do Ruben Amorim e do Reyes, e do Katsouranis fora dos 18), enviei um sms ao Pedro F. Ferreira e ao D’Arcy a dizer que, se ganhássemos com estes titulares, seríamos campeões. Não porque eles não sejam merecedores de entrar na equipa inicial, mas devido ao facto de estarmos claramente a poupar alguns elementos para o jogo na Grécia na próxima 5ª feira. Juntamente com o facto de ter havido jogos particulares das selecções a meio da semana, num passado nada distante uma decisão destas da equipa técnica poderia ser entendida pelos jogadores como menosprezo por esta partida. Mas sucedeu precisamente o contrário. Entrámos muito bem no jogo, com transições rápidas para o ataque e, citando o Quique, “boa dinâmica”. Apesar de a Académica ter enviado uma bola ao poste naquela que foi a única oportunidade de golo que teve, fomos nós a colocar-nos na frente aos 31’ num fantástica assistência do Nuno Gomes para um bom remate cruzado do Ruben Amorim, que assim se estreou a marcar com a nossa camisola.

Logo no início da 2ª parte, matámos o jogo. Um slalom do Reyes é travado dentro da área por um defesa contrário (o Sr. Rui Orlando da Sport TV precisa urgentemente de tirar os óculos azuis e brancos e o Vítor Paneira precisa urgentemente de se relacionar com melhores companhias para não ficar contaminado: ambos acharam que não era penalty!). O Cardozo, que foi talvez o pior jogador do Benfica, lá fez o costume e o resultado estava feito. Até final ainda deu para ver o Suazo, que entretanto tinha substituído o paraguaio, enviar uma bola ao poste e falhar um cabeceamento relativamente fácil que nos daria o terceiro golo. A Académica não criou uma única situação de perigo na 2ª parte.

Tenho que declarar aqui uma coisa: o Ruben Amorim é, neste momento, o jogador mais importante na manobra da equipa. Há claramente um Benfica com e um sem o Ruben Amorim. Factos são factos e não é por acaso que os melhores jogos do Benfica esta época foram com ele em campo. Mesmo jogando descaído sobre a direita num lugar que não é seu de origem. Foi dos melhores em campo e ainda por cima marcou um golo. Num plano tão elevado quanto ele esteve o Nuno Gomes que fez a segunda assistência consecutiva para golo. Gosto especialmente desta boa forma do nosso capitão e quero agradecer ao seleccionador nacional o facto de ele pensar que há melhores avançados que o nº 21 em Portugal, e não o ter convocado para a vergonhosa viagem ao Brasil. Muito obrigado! Outro jogador que se destacou foi o Binya, que, para além de ser a carraça habitual, até acertou um ou outro passe mais longo. O Reyes imprimiu sempre grande velocidade ao nosso jogo e foi o jogador mais castigado pelos adversários. Quanto ao David Luiz a lateral-esquerdo, posso dizer que não fiquei grande fã. Está certo que voltou de lesão prolongadíssima e tem que se dar o desconto, mas há situações de jogo em que ele deveria simplificar e tende a fazer o contrário. O que num defesa é particularmente grave. Além disso, viu um cartão amarelo num lance em que escusava de ter entrado daquela maneira sobre o adversário e até final tive sempre medo que fosse para a rua, porque não é jogador de se conter nas bolas divididas.

Não digo frontalmente que vamos ser campeões, porque o “Apito” não morreu e enquanto os que estão envolvidos nele não forem afastados dos seus cargos, tudo é possível. Mas estou muito contente com a época até agora. Especialmente com o pormaior de a equipa se transcender nas partidas mais importantes. O que é outra diferença abissal em relação ao passado recente. Veremos o que nos reserva o jogo na Grécia.


P.S. - Espero que o problema muscular do Luisão não seja nada de grave. Ele é essencial no comando da defesa.

7 comentários:

Remate Cruzado disse...

volto a chamar a atencao para isto.

no penalty o guarda redes da academica chegou quase a linha de pequena area (!!!). aumenta exponencialmente a hipotese de defender. e se defendesse, o arbitro mandava repetir? acho que nao.

Rui Branco disse...

Carrega Benfica!!!!

joemorales disse...

Já sonho...

Camisola10 disse...

É o Benfica que, entre os reais candidatos ao título, marca o ritmo do campeonato. Sem derrotas, marcando em praticamente todos os jogos, com possibilidades de plantel que os nossos adversários só estão habituados a ver na televisão, com a melhor "dinâmica" de jogo. Este Benfica parece difícil de travar ... pelo menos dentro da honestidade desportiva.

Saudações de glória

PS: Posso pedir-vos que me adicionem aos vossos links? Já sabem que são sempre bem-vindos.

www.agloriosacausa.blogspot.com

S.L.B. disse...

Remate Cruzado: bem observado. E claro que seria mais fácil o CRAC ganhar um campeonato de forma lícita do que o Proença mandar repetir o penalty se o Cardozo tivesse falhado

Camisola 10: já estás adicionado. Abraço.

Anónimo disse...

Concordo em tudo, menos na nota final.
Não creio que o Luisão seja essencial, talvez agora ainda o seja, mas tenho aimpressão que o nosso glorioso treinador vai lentamente, até ao início da próxima época treinar, habituar e consolidar automatismos daquela que pode vir a ser uma das melhores duplas de centrais de sempre do nosso Benfica: Sidnei; David Luiz.
A mim faz crescer água na boca

Anónimo disse...

Olhem-me esta notícia: a ZON TV Cabo está a preparar-se para emitir sem autorização o jogo para a Taça UEFA entre o Olimpiakos e o SLB (quinta-feira, dia 27). O Sport Lisboa e Benfica já apresentou queixa à ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social). Isto ainda a procissão vai no adro! É que o Benfica está a ponderar apresentar uma queixa em tribunal contra a Zon.