origem

sábado, fevereiro 03, 2007

A maior injustiça da história do futebol

Os 50.222 espectadores que estiveram ontem na Luz assistiram a um jogo histórico. Em 25 anos que vejo futebol, não me lembro de um desafio assim, e duvido que tenha havido muitos como este em toda a sua história. Fizemos a melhor exibição da época (e arrisco-me a dizer das últimas épocas) e empatámos 0-0 com o Boavista, num jogo em que o resultado mais justo seria 7-0, e sem nenhum favor. Sim, não é um erro, nem é exagero meu. Se houvesse justiça, o Benfica teria ganho por s-e-t-e. Quatro (!) bolas aos ferros, três do Katsouranis (um novo recorde mundial, certamente) e uma do Luisão, e três oportunidades de golo de baliza (literalmente) aberta falhadas de uma forma escandalosa pelo Anderson, Simão e Nuno Gomes, já para não falar nas três ou quatro defesas do William, tornam este resultado profundamente enganador.

Poucas vezes terei saído do estádio tão chateado. A sensação de incredulidade acompanhar-me-á durante boa parte desta semana. De tal maneira que nem tenho muita vontade de escrever sobre o jogo. Houve nitidamente algo de sobrenatural na noite de ontem. Pressionámos e subjugámos o Boavista durante uma hora inteira, só escapando os primeiros e últimos 15 minutos, mas pura e simplesmente a bola não quis entrar. E não me venham com histórias. Os tais falhanços do Anderson (logo aos 17), do Nuno Gomes (cabeçada sem tirar os pés do chão e só com o guarda-redes pela frente) e Simão (completamente isolado) são aselhice, mas as quatro bolas nos postes e barra são manifesta falta de sorte. E fico-me por aqui, porque estou tão fora de mim que não me apetece discorrer mais.

P.S. – Não percebi a substituição do Karagounis logo aos 63’. Era manifesto que o Katsouranis e o Rui Costa não iriam durar até ao fim àquele ritmo e o Fernando Santos lembra-se de tirar o médio que se estava a tornar mais influente em jogo, especialmente na segunda parte. Se estávamos a jogar bem (e estávamos), qual era a necessidade de fazer substituições tão cedo?! Perdemos muito gás depois dessa troca, até porque alterámos o sistema de jogo para 4-3-3, abandonando o losango.


P.S. 2 – Alguém explique ao Derlei, por favor, que o Benfica é muito diferente daquele clube onde ele jogou há três anos? Cotoveladas a jogadores que estão a passar por ele, com a bola noutro lado, faz parte da cultura desse tal clube, não do Glorioso Sport Lisboa e Benfica. Eu sei que o vírus desse clube é muito forte e que quem por lá passa depressa fica contagiado (basta ver as declarações do Jesualdo ainda sobre a expulsão do Quaresma), mas parece que ele ainda não percebeu onde está agora... Poderíamos (e deveríamos) ter ficado a jogar com 10 por causa de uma atitude que nos envergonha a todos.

16 comentários:

tma disse...

Só consegui acompanhar o jogo a espaços (em parte na TV em parte na rádio), mas quando comecei a ver/ouvir falhanços inacreditáveis, fiquei torci logo o nariz...
Infelizmente, os meus maus "pressentimentos" tornaram-se realidade... e 2 pontos para o "galheiro"... >-|

hla disse...

Como é possível que o Derlei tenha tido a ovação que teve e o Beto seja assobiado assim que entra??!!!
Eu admito que fiquei calado, para mim este Derlei vai ter de compensar o estigma que trás com ele com MUITAS EXCELENTES exibições antes que eu o aplauda.

Mais duas desilusões no jogo de ontem: primeiro, depois de uma casa daquelas os jogadores não vêm aplaudir os adeptos no fim?!! Nem Rui Costa, nem Luisão, niguém?? Segundo, houve pessoal a assobiar no fim do jogo?!!
Isto realmente... Às vezes penso que mais vale o estádio ter só 30 mil pessoas a apoiar o Glorioso, do que 50 mil e metade dessas estarem a assobiar a equipa depois de uma das melhores exibições dos últimos tempos.

Para acabar, quanto ao jogo não há nada a acrescentar: muito azar, falhanços que não podem acontecer numa equipa que precisa de ganhar, e o Fernando Santos infeliz na altura de mexer na equipa.

Jota disse...

A entrada do Ninja trazia alguma esperança. Afinal, Nuno Gomes ia passar (pensei eu) a ter companhia.
Mas não.
Pior ainda, o tipo está sem ritmo algum, e não fez nada digno de registo, a não ser a cotovelada que honestamente não vi.
Nas substituições, FS inventou. E muito mal, na minha opinião.
Qd Katso já não se aguentava, resolve tirar Karagounis; dps, tira Petit, e vê-se obrigado a emendar a mão com a entrada de João Coimbra.
Para Nuno Gomes, duas palavras: muito mau.

De resto, totalmente de acordo. Não via o SLB jogar assim à muito tempo.

Galaad disse...

Incredulidade!!! Também era esse o sentimento que me invadia quando sai ontem do Estádio... Confesso que ainda não vi as imagens na televisão e, sinceramente, nem sei se quero ver...

Abraço

Anónimo disse...

Não vi o jogo, nunca vejo, apesar de ter a SportTV, tenho uma certa isase e náo quero correr riscos. Acredito em quem viu, mas o facto de ter sido uma exibição fenomenal não me atenuou a tristeza. Será que voltamos ao tempo das vitórias morais. Este raio de sorte ou lá o que é só vai proporcionar o gozo dos Porcos e Osgas e isso é que me dói. Que diabo, ... mas nós não ajudamos nada para suceder o contrário. E dessa forma, com apito ou sem apito, os Porcos ganham sempre, até com o vendilhão do Jesualdo.

S.L.B. disse...

HLA: ainda hoje de manhã, depois de uma noite (obviamente) mal dormida, estava a pensar nisso. Como é possível haver gente tão ESTÚPIDA que assobia a equipa no fim de um jogo daqueles?! Também fiquei triste por os jogadores não terem vindo agradecer, mas possivelmente nem se lembraram depois daquela desilusão. Mas devê-lo-iam ter feito.

O que vale é que o Estrela nos deu hoje uma grande alegria!!! :-) E já só estamos a 4 pontos...

Miguel Nunes disse...

adicionem ssf: http://blogslbenfica.blogspot.com/

bogalho disse...

Sinceramente, não senti os assobios como critica á equipa mas sim como um modo de estravazar a frustração de não ter ganho...mas pronto....os assobios são sempre assobios e deviam-se evitar....para alem disso, o estadio teve com a equipa durante os 90 minutos, e isso para mim, é o mais importante.
Para alem disso, eu sai do estadio com a premonição que esa jornada iamos ganhar 1 ponto.....e voilá.
Afinal a "melhor equipa do lado esquerdo do Universo" não ganha sempre facilmente ao estrela da amadora...

D'Arcy disse...

Eu sinceramente até achei que não houve assim muitos assobios, e fiquei satisfeito com isso. Os que assobiaram devem ter sido uma ínfima minoria. À minha volta ninguém assobiou, pura e simplesmente ou se levantaram e foram embora, ou deixaram-se ficar por mais um bocado (o meu caso). A incredulidade era o sentimento dominante.

Anibal Lopes disse...

Trabalhei em Gibraltar( e creio que em Sevilha) com um amigo de nome Bogalho, neto dessa ilustre figura Maior do Benfiquismo, com o mesmo nome. Será o Bogalho que aqui aparece, a mesma pessoa?.

bogalho disse...

anibal lopes, não devo ser, a unica vez que tive em Giberaltar estava a caminho de
Marrocos...

Anónimo disse...

O DIA DAS BRUXAS PARA O BENFICA
Quando liguei o rádio e ouvi o comentador dizer que o Benfica já tinha desperdiçado meia dúzia de oportunidades de golo, fiquei logo com um mau pressentimento. Infelizmente o Benfica não ganhou, senão estaríamos a apenas dois pontos do FC Porto. Este nível de desperdício pode vir a custar-nos muito, muito caro. Para mim é inaceitável que se criem tantas oportunidades e nem uma consiga entrar. Isso não é falta de sorte, é incompetência pura e simples!
Mas nem tudo foi mau, já que o Estrela da Amadora conseguiu ganhar nas Antas. O Sporting tinha mesmo que ganhar... Se dúvidas houvesse, basta olhar para o penalty contra o Nacional e o 1º golo do Sporting. Aliás, até ao minuto 75 o jogo pendeu mais para os madeirenses do que para os leões.
Voltando ao Benfica, no geral a equipa esteve muito bem, exceptuando a finalização. Nota negativa, uma vez mais, para Nuno Gomes (sempre ele, pois claro!!). Como é que um avançado consegue desperdiçar uma oportunidade a meio metro da linha de golo? Eu sei que os defensores de Nuno "golos certos falhados" vão dizer que o rapaz já tem cento e tal golos pelo Benfica. Para aí 90% são contra equipas muito, muito inferiores ao Benfica. Contra equipas do meio da tabela para cima, nem toca na bola. E se tem cento e tal golos, já falhou para aí uns 500, pelo menos. A produtividade deste jogador é um case - study: precisa de ter 50 oportunidades de golo de baliza aberta para marcar um. E continua a titular.... E foi o Fonseca embora quando já se estava a ambientar...
Nélson continua a ter paragens cerebrais digans de um infantil junto da área, fintas ridiculas, passes para os adversários, má marcação aos adversários, etc, etc, etc... Se este jogador é brilhante a atacar, a defender.... é um autentico passador.
Destaco ainda Simão, pelo muito que jogou e porque continua a falhar golos certos só com o guarda - redes pela frente....
Note negativa ainda para Fernando Santos: "Porque será que quando mexe na equipa fica sempre pior?" E porque carga de água não colocou o Mantorras na 2ª parte? São erros a mais deste treinador...
P.S:Derlei lá fez das suas! Castigo, imediatamente.
Maluco do Futebol

d'Janja disse...

Queres trocar o Derlei pelo... BUEEEEEEENOOOOOOO?!! :)

Miguel disse...

Adicionem ssf: www.blogslbenfica.blogspot.com

Fico a espera duma resposta

sosia da bola disse...

Será este william um sósia do muro de berlim?

Não percam a mama do morinho em http://sosiasdabola.blogspot.com

antitripa disse...

William promovido a mascote dos supercabrões....bem, que orgasmo colectivo no café! Não imaginas. O pior veio depois: "Anselmo, apetece-nos algo doce......"