origem

terça-feira, agosto 01, 2006

Amorfismo

Quatro derrotas em cinco jogos, sendo as últimas três consecutivas, não são para todos, pelo que em apenas um mês o Sr. Fernando Santos já entrou para a história do Glorioso. Hoje perdemos por 3-1 em Atenas frente ao AEK e sinceramente a margem de manobra do Sr. Fernando Santos começa a reduzir-se de maneira drástica. Uma pré-época deste calibre só me lembro daquela em que perdemos por 4-0 frente ao Juventude de Caxias no Brasil no tempo do Manuel José. Estou bastante pessimista para a pré-eliminatória da Liga dos Campeões e, se o Benfica não se conseguir qualificar para a fase de grupos, acho que o Sr. Fernando Santos deveria dar uma mostra de benfiquismo e apresentar a sua demissão.

Sou muito avesso a mudanças de treinador, ainda por cima numa fase tão embrionária da época, mas não se vislumbra como é que nós podemos dar a volta a isto. Mais do que as derrotas, são as exibições que me preocupam. Em vez de melhorarmos, estamos a ir no sentido oposto a cada jogo que passa. A equipa revela-se completamente descrente, não consegue reagir quando está em desvantagem (nem quero pensar no que acontecerá se sofrermos um golo primeiro em Viena…) e não exibe um bocadinho que seja de fio de jogo. Ninguém sabe o que está a fazer em campo e até a defesa, que nos últimos anos tem sido o nosso sustentáculo, mete água por tudo quanto é lado. Ora, se os jogadores são praticamente os mesmos do ano passado, é fácil verificar onde está a culpa… Se quisermos ver as coisas pelo lado positivo, poderemos sempre dizer que estamos a ter um índice de concretização próximo dos 100%: contra os lagartos nenhuma oportunidade, nenhum golo; hoje uma, um golo…

Quem não deveria representar o Benfica por manifesta falta de qualidade ficou em Lisboa (Moretto, Beto, Manduca e Marcel), mas mesmo assim a equipa não rendeu. O Manú voltou a ser o mais mexido e inconformado, mas como não existe táctica é difícil sobressair alguém. Começámos no infame 4-4-2 em losango e à meia-hora já estávamos em 4-3-3 quando o Paulo Jorge (bom golo de cabeça a um centro perfeito do Manú) entrou para o lugar do Karagounis. Com os três golos sofridos na 1ª parte, o Sr. Fernando Santos resolve culpar os centrais e ao intervalo troca o Luisão e o Ricardo Rocha pelo Alcides e o Anderson. Não sofremos mais golos, mas também porque o AEK desacelerou completamente na 2ª parte. O Kikin Fonseca lá se estreou, mas não deu para ver nada. O Quim acabou por sofrer três golos, mas não teve culpas em nenhum deles. O Rui Costa esteve perdido no meio de tanta confusão. Enfim, não se safou ninguém.

Temos uma semana até ao jogo da 1ª mão em Viena. Resta-nos aguardar que ocorra um milagre durante estes sete dias…

9 comentários:

GR1904 disse...

Já se percebeu que os jogadores que coabitam no meio campo não têm estrutura para esta táctica que morre logo no meio campo: não se constroi jogo com tanto afunilamento e ignorancia pelas alas e ao mesmo tempo, por nao ter alas, não se estanca as investidas dos adversarios. Mas isto é só um pormenor... outros há que tb são importantissimos e têm a ver com decisoes da administraçao do SLB.

D'Arcy disse...

É interessante teres mencionado o Manuel José. É que hoje estava a ver o jogo, e a pensar cá para mim que o FS vai bem lançado para bater o Manuel José como o pior treinador que eu vi à frente do Benfica. Se bem me recordo, o MJ durou para aí até Setembro, quando perdeu com o Rio Ave. A continuar por este caminho, estou para ver até quando dura o FS.

Chiça, o Camacho e o Eriksson andam aí livres de compromissos e nós tínhamos que levar com este gajo...

Pedro F. Ferreira disse...

este é tão mau como o m. josé e como o csernai. O pior de tudo isto, é que o gajo não se demite, nem é demitido. Aliás, neste processo a demissao dever-se-ia estender a quem fez pressão para o contratarem: zé veiga.

Anónimo disse...

eu nem gosto do FS, mas é curioso ver que pelo menos o AEK jogou bem, podia ter dado uma goleada das antigas a lembrar o celta vigo, e ele teve lá 3 anos que pelos vistos correram bem, pelo menos mantem a simpatia dos adeptos do seu ultimo clube.

será assim tão mau treinador?...

...ou será falta de qualidade no plantel ? eu não vejo grandes jogadores no benfica, tendo em conta que manuel fernandes e simão estão praticamente de fora, estão a depositar demasiada fé em jogadores como rui costa que, apesar de ninguem duvidar do seu talento, a sua idade não engana.

para piorar, a insistência de colocar jogadores péssimos como moretto, beto, manduca, marcel, entre outros...são um bom exemplo da falta de qualidade neste plantel. adivinha-se que não serão titulares, mas hão-de aparecer lesões e castigos, e então, as alternativas serão muito fracas.

benficaatemorrer disse...

O grande problema reside na péssima qualidade de extremos e na obrigatoriedade do Rui Costa jogar... mesmo estando numa forma desastrosa.

Com esta atitude de mudar o sistema o F.Santos provou a sua (in) competência enquanto treinador dado mostrar que não conhece minimamente as características do plantel que tem à sua disposição.

Verdi NN disse...

Nos ultimos comentários que tenho colocado neste blog, tenho defendido o nosso treinador, referindo que ainda é cedo para tirar grandes conclusoes, visto estarmos ainda na pré-época. No entanto, o jogo de ontem conseguiu destruir todo o meu optimismo e acho que chegou a altura de "tocarem as sirenes". Estava curioso para ouvir as declarações do FS, onde ele refere que vai alterar o sistema táctico. Então agora ele vai mudar o sistema táctico, sendo que o plantel foi construído a pensar no tal meio-campo em losango. Então e agora quem é que vai jogar nas alas??? É o Paulo Jorge e o Manu??? O Benfica perdeu o Geovanni e está na iminencia de perder o Simão. Enfim, ou isto dá uma grande volta, ou então vamos ter um ano "grego" para o nosso Clube.

tarirari disse...

Como é possível que o FS agora diga que vai alterar o sistema táctico?
De acordo com o post anterior.
Eu também sou benfiquista desde pequenino e isso não me dá o direito de ser treinador do Benfica.
Talvez como engenheiro ele se safe, mas como treinador...enfim...

Pedro Soares Lourenço disse...

Assim não!
Santos tem de sair e os blogues benfiquistas deveriam fazer pressão nesse sentido.

GR1904 disse...

Eu iludi-me no jogo contra o Bordéus, em que o losango até funcionou e pôs a equipa a jogar. Mas não é por acaso que o Nuno Assis jogou, ele é capaz de ser o que melhor se adequa a este esquema táctico, pela sua mobilidade e velocidade. Caracteristicas que Karagounis e Rui Costa não têm. É a tal história de haver demasiado jogadores pesados num esquema que requer alta mobilidade. Julgo que houve irresponsabilidade na forma como a época foi preparada. Jogadores importantes que foram despachados. Contratações feitas sem nexo, pois não suprimem as saídas nem em posicionamento de campo nem em qualidade. Em termos de equipa principal, estamos mais fracos, pois 3 peças importantissimas que jogavam há muito tempo juntos, vão ser ou já foram despachados sem a consequente compensação. E isto tem resultados no banco, pois fica-se automaticamente mais fraco. Marcel, Manducas, Morettos, Paulo Feirreiras, entre outros, são peças que jamais se encaixariam num plantel que depois de ter sido campeão, tem sido destruido calmamente de modo a não dar nas vistas. O problema é que os socios acomodaram-se ao titulo do centenario mas esquecem-se que ser campeao como fomos, acontece uma vez na historia. Este ano que passou, voltamos ao normal e, mesmo assim, conquistamos mais 2 ou 3 pontos. Sao estas analises que têm de ser feitas, sempre como pano de fundo o plantel que tinhamos e o que temos agora. É que eu estou convencidissimo que tinhamos muito melhor equipa o ano passado. E ha dois anos. Mas principalmente com o Camacho.