origem

terça-feira, novembro 22, 2022

Entrar a ganhar

 Vencemos no domingo em Leiria o E. Amadora (3-2) na 1ª jornada da Taça da Liga. A margem mínima não reflecte de todo o que se passou em campo, com a nossa superioridade a não ter infelizmente tradução consentânea no marcador. Depois de três anos de absoluto jejum, é com muita satisfação que vejo o Roger Schmidt a levar a sério todas as competições e alinhámos praticamente com a equipa titular, com excepção dos jogadores que estão nas selecções.
 
Numa excelente troca de bolas entre o Rafa e o Musa inaugurámos o marcador aos 13’, com um remate do croata de fora da área, mas permitimos o empate aos 22’ pelo João Silva, num desvio na sequência de um livre. Era importante ir para o intervalo em vantagem e conseguimo-lo num penalty bem apontado pelo Chiquinho aos 29’, que castigou um derrube ao Rafa.
 
Para a 2ª parte, o Roger Schmidt deu minutos ao regressado Draxler, mas fartámo-nos de falhar golos. A vantagem mínima foi-se arrastando até perto do final, quando o entretanto entrado Rodrigo Pinho assistiu o Draxler para um remate rasteiro sem hipóteses para o guarda-redes. Mesmo assim, um erro crasso do também entretanto entrado Morato na saída de bola já na compensação resultou no 2-3 final, através do Gustavo Henrique.
 
Gostei do Chiquinho no lugar do Enzo Fernández e o Rafa, apesar de não ter sido brilhante, teve participação activa nos dois primeiros golos. O Vlachodimos foi quase um espectador, mas mesmo assim foi buscar duas bolas lá dentro...
 
Era importante começar a ganhar numa competição que só tem três jogos na fase de grupos. Ao mesmo tempo, serve para dar alguma rodagem aos jogadores que não vão participar no mundial.

Sem comentários: